Fechar

COLUNISTAS

ERP: Controle Inteligente dos Processos da sua empresa!

Publicado por Gestão na Prática, por Lilian Caetano Bueno, 09:00 - 18 de Fevereiro de 2019

Bloco de Imagem

Foto: Ilustrativa/Pixabay

Olá!


Hoje iremos entender a importância da Plataforma de Gerenciamento e Controle de Processos (ERP), sistema voltado para evolução da Gestão Empresarial, viabilizando a centralização e controle de todos os processos e informações da organização. Vem comigo e “Leiture-se” no texto a seguir.


O que é ERP?


ERP (sigla em inglês para Enterprise Resource Planning) é um software responsável pelo gerenciamento de informações relacionadas aos processos operacionais, administrativos e gerenciais dentro de uma empresa. Esse gerenciamento tem como objetivo centralizar informações e ter controle sobre todo o processo de desenvolvimento da atividade empresarial. O ERP permite o controle total de todos os processos da empresa, auxiliando os Gestores na tomada de decisões.


Como é feito esse controle de operações?


O sistema ERP centraliza as operações em plataforma única. Pode funcionar de (2) duas maneiras: 1) Servidor próprio centralizado. 2) Hospedagem remota via web (conceito popularmente conhecido como “nuvem”).


É aplicável em todos setores/departamentos?


Gestão Financeira, Planejamento, Orçamentos, Manufatura, Formação de Preços, Contabilidade, Suprimentos, Controle de Estoque, Maquinas, Ferramentas, Gestão de Patrimônio, Vendas, e Gestão de Relacionamentos (CRM), estão entre os muitos setores e áreas que uma plataforma “software” pode abranger. Essas áreas, módulos e setores também podem ser adaptadas conforme a necessidade de cada empresa, independentemente do segmento.


Por que implementar o sistema ERP?


De acordo com Daiane Bortolette, Especialista em ERP da Scamper Consultoria, os Gestores que focam na evolução e maturidade de Gestão, possuem (4) principais razões para implementar ERP, sendo estas:


- Visibilidade global do desempenho da empresa;
- Modernização geral da empresa;
- Automatização de tarefas manuais,
- Diminuição de retrabalhos, controle sobre todas as operações, otimizando processos, consequente impactando em redução dos custos, melhorando a qualidade do ambiente organizacional.


A implantação de um gerenciamento de informação como esse traz uma redução de despesas no geral. Os erros também diminuem. Os equívocos de sincronização de diferentes sistemas deixam de existir. Com o ERP, uma uniformidade entre os processos passa a se tornar presente.


ERP: Foco na Solução


Empresas que fornecem o serviço de ERP projetam soluções para atender fatores mais comuns em processos empresariais. Sua implantação requer uma adaptação de processos para que ele possa abranger todos que já existem, melhorando-os, e fazendo a integração conforme a necessidade.


Antes da implantação é feito um diagnóstico dos processos e da Gestão atualmente aplicada, e são sugeridas e planejadas mudanças se necessário, para que a nova plataforma possa funcionar de forma a atender as melhorias e objetivos desejados.


Tempo de implantação


Depende de (3) tres fatores:


- Porte da empresa
- Quantidade de usuários;
- Segmento de atuação.


Com base nesses fatores, podem ser aplicáveis por meio de: Customização, Consultoria ou Treinamento. Esses tipos não precisam ser aderidos de uma só vez, pois são modulares. Eles devem ser aderidos em prática conforme a demanda do momento.


Como funciona a implantação?


A configuração de ERP consiste no planejamento dos módulos que serão utilizados e na adaptação do sistema conforme o software selecionado. Aderir a determinado módulo depende especificamente da peculiaridade de cada empresa. No entanto, a implantação de um grande número de módulos pode trazer mudanças significativas, e aumentar o tempo de implantação.


É possível que as configurações de ERP não sejam suficientes. Caso isso aconteça, é preciso contratar um serviço específico. Porém, quando o trabalho de implantação é bem feito, é comum que o sistema entre em sincronia com as atividades da empresa. Afinal, há muitos módulos que abrangem diversos aspectos da empresa, como financeiro, de processos, projetos, comercial, entre outros. A colaboração e comprometimento dos funcionários e gestores envolvidos e fundamental para o sucesso da implantação.


Para aderir a um sistema, é necessário conhecer as tecnologias que o fornecedor dispõe para obter o custo do serviço. Outro fator a se considerar são as condições de suporte que os provedores oferecem. É comum cometer o erro de optar pela solução mais barata, mas o que deve ser considerado primordialmente são as necessidades e condições que a empresa pode investir neste momento.


Conclusão


O Sistema ERP é uma solução inteligente que otimiza tempo e, consequentemente, dinheiro. Implantá-lo é ter a oportunidade de obter controle de todas as informações da empresa e utilizá-la da melhor maneira possível.


Vamos implantar?


Lilian Caetano Bueno
Trading Consulter
Scamper Consultoria

Compartilhe

Seja o primeiro a comentar sobre isso

* Os comentários são de responsibilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos do uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

voltar ao topo