Fechar

COLUNISTAS

Quem vai ganhar a eleição?

Publicado por Zona Livre, 15:07 - 30 de Outubro de 2019

30 de outubro, quarta-feira. Faltam 62 dias para o fim do ano.


Duas coisas que parecem mentira: hoje já é quarta-feira e amanhã termina o mês de outubro... Estaremos a dois meses de 2020...
Faltam 56 dias para o Natal.


Dia do Balconista.
Dia do Comerciário.
Dia do Ginecologista.
Dia Nacional de Luta contra o Reumatismo.


- QUEM VAI GANHAR A ELEIÇÃO?
- UM DIA DEPOIS DO OUTRO
- ABRIL, PRAZO FINAL PARA A FILIAÇÃO DOS CANDIDATOS
- AS PRÉ-CAMPANHAS TIPO CALMARIA
- AUMENTO DO PEDÁGIO NO FINAL DE 2019 AINDA ESTÁ INDEFINIDO
- AS PRÉ-CAMPANHAS TIPO CALMARIA
- QUEM VAI GANHAR A ELEIÇÃO?
- PÉ NA ESTRADA TERÁ EVENTO EM MARIALVA, DIA 31 DE OUTUBRO
- PROCESSO SELETIVO DO NOVO PARA PREFEITO TERMINA EM 31 DE OUTUBRO


QUEM VAI GANHAR A ELEIÇÃO?
Ouço essas perguntas várias vezes ao dia. Claro que eu não tenho a resposta. Não sou capaz nem de dizer quais os candidatos estarão no cobiçado segundo turno, após a votação de 4 de outubro de 2020 – se houver segundo turno. Por falar na eleição, faltam 340 dias para votar! 11 meses.


Para o dia final das convenções partidárias faltam 280 dias, 40 semanas, 9 meses.


Também me perguntam muito sobre a renovação na Câmara Municipal. Outra pergunta difícil de responder com responsabilidade. Há uma tendência forte de grande renovação, mas é impossível cravar números. Até porque esta será uma eleição diferente das anteriores, sem coligação para a Câmara. A tendência parece ser de renovação. Porém haverá uma grande dependência de como serão formadas as chapas, de como os atuais vereadores se distribuirão pelos partidos.
As mudanças de partidos já começaram.
Também dependerá da qualidade e da força dos demais candidatos.
Já comentei aqui sobre um bom número de mulheres com condições de eleição estão se dispondo a concorrer.
Estão se filiando pré-candidatos fortes. Isto poderá fazer diferença.
Há uma tendência clara. Nas entrevistas e conversar com os eleitores é possível perceber descontentamento com a Câmara.


UM DIA DEPOIS DO OUTRO
Sempre falamos aqui, em especial durante as campanhas e não é diferente nas pré-campanhas. A política é feita dia a dia, com longas noites no meio.
A energia do político é a credibilidade. Ele depende da confiança do eleitor.
A luta dos candidatos é obter esta confiança, é mostrar que eles são capazes de fazer o que o eleitor quer, que é possível fazer e como pretendem fazer.
Na política conta muito menos o que foi feito. O eleitor quer saber o que será feito, o que virá. O que passou serve como referência, no entanto a definição do voto se dá na projeção do futuro.


ABRIL, PRAZO FINAL PARA A FILIAÇÃO DOS CANDIDATO
Outra variável é o prazo para filiações de candidatos: Seis meses antes das eleições.
Para não ter erro e impugnações, 4 de abril (na prática e só um advogado poderá orientar com certeza os candidatos e os partidos, 6 ou 7 de abril). Só depois desta data o jogo estará com as cartas definidas, ou seja, com os pré-candidatos a prefeito e a vereador devidamente filiados, os times formados para a eleição.
Lembrando que outro prazo importante é 5 de agosto, prazo final para as convenções partidárias.
Para quem acha que falta muito tempo para abril, o dia D das candidaturas, faltam 160 dias – 5 meses e alguns dias.


AS PRÉ-CAMPANHAS TIPO CALMARIA
Ontem comentamos sobre as pré-campanhas que pecam pelos exageros. Hoje vamos falar sobre as pré-campanhas quase inexistentes. Existe a declaração da pré-candidatura, mas pouca coisa mais do que isso.
Falta planejamento, não existem ação concretas de comunicação, não há equipe contratada, apenas um esforço quase pessoal do pré-candidato.
São as campanhas em que o candidato finge que está trabalhando e poucos eleitores sabem realmente da sua existência.


AUDIÊNCIA PÚBLICA DEFINOU CONSTRUÇÕES
Ontem à noite aconteceu a Conferência Pública para aprovar loteamentos contíguos ao perímetro urbano. 
A proposta foi aprovada, com uma emenda proposta pela conselheira tutelar Renata Gomes, pela qual as construtoras terão que construir uma casa a mais para beneficiar idosos ou pessoas portadoras de deficiência.
A Conferência foi aberta pelo vereador Sidnei Telles. Estiveram presentes os vereadores Jean Marques e Carlos Mariucci.
Cerca de 100 pessoas acompanharam a Conferência.


AUMENTO DO PEDÁGIO NO FINAL DE 2019 AINDA ESTÁ INDEFINIDO
Ontem falamos sobre a proposta de “tarifa zero” para pedágio nos municípios com praças e seus vizinhos. Também comentamos como os preços praticados foram, durante estes 22 anos, muito elevados. Hoje se sabe inclusive alguns motivos.
Em 2019, três das seis concessionárias que atuam no Anel de Integração passaram a praticar tarifas 30% mais baratas. A redução foi negociada com o Ministério Público Federal, como parte dos acordos de leniência em função de as empresas terem admitido que pagaram propina em troca de benefícios, como a retiradas de obras do cronograma ou o aumento indevido dos preços cobrados.
Mesmo assim, a Agência Reguladora Agepar acredita que encontrou dois erros na forma como as contas relacionadas aos indicadores foram realizadas ao longo das últimas duas décadas e determinou que todos os cálculos sejam refeitos antes de analisar o pedido de reajuste.
As falhas seriam uma possível distorção no chamado degrau de pista dupla e outra indica alterações nas planilhas de depreciação de investimentos. Caso isto se confirme, ainda não é possível calcular o tamanho do problema. Porém, estudos preliminares apontam para números bilionários.
O presidente da Agepar, Omar Akel, quer dirimir todas as dúvidas antes de conceder um novo reajuste, para evitar um efeito cascata, aumentando os problemas das tarifas do pedágio no Paraná. Outra preocupação é investigar se conceder o reajuste seria adequado, diante das suspeitas de erros acumulados ao longo dos anos.
A Agepar também está refazendo os cálculos, como forma de contraprova, tendo em vista que a obrigação de apresentar os dados são do DER-PR.


PÉ NA ESTRADA TERÁ EVENTO EM MARIALVA, DIA 31 DE OUTUBRO
No próximo dia 31 de outubro, às 18 horas, na Câmara Municipal de Marialva, acontecerá reunião do Projeto Pé na Estrada, do Cidadania23, com a presença do deputado federal Rubens Bueno.


PROCESSO SELETIVO DO NOVO PARA PREFEITO TERMINA EM 31 DE OUTUBRO
De Tiago Martines recebo a informação de que o processo seletivo para escolha do candidato a prefeito está terminando neste dia 31 de outubro. A inscrição pode ser feita no site do NOVO.
O prazo para se inscrever para o processo seletivo de vereador termina em 8 de janeiro. Acesso no site.
Maringá é um dos três municípios do interior do Paraná que terão candidato a prefeito. A escolha dos candidatos será feita por meio desta seleção.
No Paraná o NOVO terá candidatos a prefeito em Maringá, Londrina e Cascavel, no interior, e na capital Curitiba. Ainda poderão ter candidatos pelo NOVO as cidades de Foz do Iguaçu e São José dos Pinhais.

Compartilhe

Seja o primeiro a comentar sobre isso

* Os comentários são de responsibilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos do uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

voltar ao topo