Fechar

Futebol

Libertadores

Torcida lota o CT para se despedir do elenco do Fla antes da final

Publicado por Agência Estado , 15:38 - 20 de Novembro de 2019

Os jogadores do Flamengo ganharam uma festa de despedida em grande estilo nesta quarta-feira antes da viagem para Lima, no Peru, onde neste sábado o time disputa a final da Copa Libertadores contra o River Plate. Torcedores lotaram a porta do CT Ninho do Urubu, na zona oeste do Rio de Janeiro, onde o técnico português Jorge Jesus comandou o último treino antes da viagem.


O clima é de festa, com muitas bandeiras, fogos de artifício e a torcida entoando sem descanso o hino do clube e outros hits da arquibancada do Maracanã. Uma aglomeração se formou na porta do CT, tornando difícil a movimentação no local. Personagens como Mickey, Batman, um "Gabigolzinho" e um sósia do técnico do Flamengo se destacavam na multidão de torcedores.


"Cheguei aqui às 8h30 e vou seguir até o Galeão. Essa placa tá comigo desde o primeiro jogo. Meu objetivo é fazer homenagem ao Jesus. É carreira solo: Jesus e eu. Minha expectativa é que o Flamengo vai ter um jogo muito duro, mas vai ganhar", disse o bancário aposentado João Roberto, de 64 anos, que encarna o técnico e carrega o cartaz com os dizeres "Hoje tem Jesus no controle".


Já conhecido da torcida como "Gabigolzinho", por se fantasiar com o cabelo e a barba do craque, o pequeno Emerson Rebello, de 5 anos, acompanhava a festa nos ombros do pai, Wallace Rebello. Vestindo a camisa que ganhou de presente do atacante, o menino fez com as mãos um 4 a 0 quando questionado sobre seu palpite para a final.


Rubro-negra fanática, Flávia Banca conseguiu arrastar o marido botafoguense com ela e os dois filhos, Yasmin e Yago, de 16 e 10 anos, respectivamente, para o Ninho do Urubu. "Trouxe ele pra ver se convenço a virar flamenguista de uma vez. Vai ser 3 a 0: Gabigol, Arrascaeta e Bruno Henrique", arriscou.


Com o escudo do Flamengo tatuado no peito, o torcedor Carlos Felipe contou que queria ir ao jogo, em Lima, mas não conseguiu ingresso. Funcionário de uma siderúrgica, ele disse que não se importa nem um pouco em passar o feriado na porta do CT do clube "Mengão é paixão. Se estivesse trabalhando 'desenrolava' uma folga", brincou.


Integrante da torcida organizada Fla Manguaça, Leonardo Barbosa, de 27 anos, empunhava com empolgação uma bandeira do Flamengo, mas lamentou não assistir à partida in loco. "Acompanhei todos os jogos, fui até a Bolívia (na partida contra o Bolívar). A gente já tinha fechado três ônibus para Santiago, mas com a mudança da partida pra Lima ficou difícil", contou.


Viaturas e motocicletas da Polícia Militar estão a postos para fazer a escolta dos ônibus que vão levar o time e a equipe técnica até o Aeroporto Internacional do Galeão, saindo do Ninho do Urubu no início da tarde. Parte da torcida pretende seguir os jogadores até lá, mas o embarque será realizado pelo terminal de cargas, sem passagem dos atletas pelo saguão.


O treino pela manhã contou com a equipe completa, sem desfalques A imprensa pode acompanhar apenas o aquecimento, por cerca de 10 minutos.

Bloco de Imagem

Foto: Reprodução/Instagram

Quer receber nossas principais notícias pelo WhatsApp? Se sim, clique aqui, e encaminhe uma mensagem informando o seu nome.

Compartilhe

Seja o primeiro a comentar sobre isso

* Os comentários são de responsibilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos do uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

voltar ao topo