Fechar

+ Esportes

13 esportes

Cerca de 140 paratletas estão inclusos no paradesporto maringaense

Publicado por Redação GMC Online, 16:26 - 01 de Março de 2019

Bloco de Imagem

Foto: Aldemir de Moraes/PMM

Maringá conta com 13 esportes paradesportivos, incluindo 140 paratletas nas modalidades esportivas. Além de fornecer a prática esportiva, a Prefeitura de Maringá, por meio da Secretaria de Esportes (Sesp), oferece 35 bolsas atletas. Entre os esportes, o parabadminton, recentemente esteve participando da 1ª etapa do Circuito Nacional, com o paratleta Adriano Santos, e conquistou o 2º lugar nas duplas, nas categorias SL-3 e SL-4.


O parabadminton é oferecido pela Associação Maringaense de Badminton e Parabminton (AMBP). Os treinos ocorrem semanalmente no ginásio de Educação Física da UEM, interessados devem entrar em contato com o treinador, Welton Pintor - (44) 9923-0219 ou com o coordenador dos Esportes Paralímpicos da Sesp, Silvio Rodrigues - (44) 3220-5764.


“Estamos trabalhando para aumentar as modalidades do paradesporto e também incluirmos mais paratletas no esporte. No ano passado, nos Jogos Paradesportivos do Paraná (Parajap′s), Maringá conquistou a segunda colocação na classificação geral, ficando atrás de Curitiba”, citou Rodrigues.


“Nossa próxima competição no paradesporto será entre os dias 1 a 8 de julho, na 2ª etapa do Circuito Nacional, no Centro de Paralímpico Brasileiro (CPB), em São Paulo. No ano passado, no Parajap′s conquistamos bons resultados. Agora, é aumentar o volume de treino, mantendo a qualidade”, explicou o treinador da equipe maringaense, Welton Pintor.


Modalidades paradesportivas: atletismo, basquete, bocha, goalboall, golf, handebol cadeira de rodas e deficiência intelectual, parabadminton, paraciclismo, parataekwondo, vôlei sentado, xadrez e futebol de amputados.

Compartilhe

Seja o primeiro a comentar sobre isso

* Os comentários são de responsibilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos do uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

voltar ao topo