Fechar

Gastronomia

comida

De Santa Fé para os EUA: chef Guilherme cozinha até para famosos

Publicado por Nailena Faian, 14:40 - 24 de Abril de 2019

Bloco de Galeria

Guilherme Bianchi nasceu em Astorga e morou com a família, até os 22 anos de idade, em Santa Fé (a 56 quilômetros de Maringá). Na cidade de aproximadamente 11 mil habitantes, ele aprendeu a cozinhar com a mãe, que tinha uma panificadora e um restaurante. Hoje, aos 25 anos, ele mora em Boca Raton, cidade localizada no estado americano da Flórida, onde é chef de cozinha.


Em Santa Fé, Bianchi colocava a mão na massa ajudando no restaurante da mãe. Em 2013, montou um delivery de comida japonesa, um dos tipos de culinária que mais gosta. A trajetória no exterior começou depois que a mãe dele se mudou para os EUA e ele também acabou indo morar lá.

Quando chegou, munido de sua experiência prática e de alguns cursos rápidos que havia feito no Brasil, encontrou trabalho em um restaurante brasileiro e, na sequência, em um italiano.


Foi adquirindo experiência e passou a trabalhar em companhias que realizam eventos e jantares nas casas das pessoas até conseguir montar sua própria companhia. Lá no exterior, ele já atendeu até famosos brasileiros, como o jogador de futebol Kaká, a cantora Simone, da dupla com Simaria, e o padre Fábio de Melo.



“Consegui encontrar na cozinha o que não encontrava em outras profissões que já tive. A partir do momento que comecei a cozinhar, me encantei. Gosto muito de cozinhar, principalmente para amigos”, relata.



Na mesa, Bianchi exibe sua culinária, que vai desde a trivial até a contemporânea, além da culinária japonesa que é um de suas paixões.



“No começo não foi fácil, o mercado é bem competitivo. Mas, eu sempre gosto de dizer para que as pessoas não desistam dos seus sonhos, parece meio clichê, mas é real, muitas pessoas não vão acreditar nos seus sonhos, a grande maioria delas vai dizer que é impossível, cabe a você fechar os ouvidos e seguir”, recomenda.


Bloco de Imagem

Foto: Reprodução/Instagram

Ele explica que a demanda nos EUA é grande e que atende clientes em vários locais, como em Miami e Orlando. O maior público é americano, mas também é formado por brasileiros que moram lá e sentem faltam da culinária brasileira.



“O maior desafio é o mercado competitivo. Então eu procuro sempre buscar cardápios novos para não cair no comodismo ou esquecimento. A gente come primeiro com os olhos, então também capricho na apresentação”, afirma.



Ele mora com as esposa e dois enteados e diz que o segredo do sucesso é ter uma vida harmônica.



“Acredito que quando você está bem com a sua família, com a sua profissão e com Deus, você de fato é uma pessoa de sucesso. Creio que a humildade deve estar atrelada ao caminho que você percorre aos seus objetivos”, finaliza.



Acompanhe o trabalho do chef Guilherme pelo Instagram pelo @chefguibianchi.

Bloco de Galeria
Compartilhe

Seja o primeiro a comentar sobre isso

* Os comentários são de responsibilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos do uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

voltar ao topo