Fechar

Maringá

Lista

Coisas que quem cresceu em Maringá nos anos de 1980 e 1990 vai lembrar

Publicado por Redação GMC, 08:50 - 17 de Julho de 2019

Há coisas que somente cresceu na década de 1980, ou 1990 se lembra. Colecionar geloucos da Coca-Cola, cards do chocolate Surpresa e comprar salgados da Elma Chips só para adquirir os tazos aparecem nesta lista. Jogar bets na rua ou juntar a família para brincar de “stop” (também chamada de “adedonha”) são outros passatempos que estão na memória de muita gente.


E já que o assunto é nostalgia, o Portal GMC Online separou uma lista de coisas que quem cresceu em Maringá nas duas últimas décadas do século passado certamente irá se lembrar. Confira:



Tomar banho de piscina no Thermas, que tinha águas quentes e naturais e ficava na PR-218.


Ser sócio do Tropical Waterpark, fundado em 1996 e estruturado na várzea de um córrego na Vila Emília, na Avenida Nildo Ribeiro.


Bloco de Imagem

Tropical Waterpark. Foto: Acervo/Maringá Histórica


Após ralar o corpo em alguma descida do gramado do Estádio Willie Davids usar Mercurocromo ou Merthiolate (esse ardia!) para curar o ferimento.


Passar vontade de assistir a shows de artistas brasileiros no Ginásio de Esportes Chico Neto – Legião Urbana, por exemplo, tocou por lá.



Assistir filmes (entre eles, Titanic) no Cine Horizonte ou Cine Maringá.


Bloco de Imagem

Cine Horizonte. Foto: Acervo/Maringá Histórica


Ficar com vontade de ir à casa noturna Kalahari.


Lembrar quando as avenidas Paraná, Herval, São Paulo e Duque de Caxias, que hoje têm mão única, ainda tinham mão dupla.



Passar de carro pelo Viaduto do Café, que ficava na Avenida São Paulo, e sentir um “friozinho” na barriga.


Bloco de Imagem

Viaduto do Café. Foto: Acervo/Maringá Histórica


Almoçar com a família na churrascaria Galeto Sulino, ou fazer compras no Musamar.


Visitar o zoológico do Parque do Ingá.


Bloco de Imagem

Zoológico do Parque do Ingá. Foto: Arquivo/PMM


Visitar o interior do Horto Florestal, que está desativado desde 2003.


Bloco de Imagem

Horto Florestal. Foto: Acervo/Maringá Histórica


Pegar ônibus na rodoviária Américo Dias Ferraz, que ficava no espaço entre as avenidas Joubert de Carvalho e Tamandaré.


Bloco de Imagem

Antiga rodoviária de Maringá. Foto: acervo/Maringá Histórica

Compartilhe

Seja o primeiro a comentar sobre isso

* Os comentários são de responsibilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos do uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

voltar ao topo