Fechar

Maringá

Professor suspeito

Conselho Tutelar diz que já acompanhava caso de abuso sexual

Publicado por Victor Simião/CBN Maringá, 07:49 - 17 de Fevereiro de 2019

Após um professor de 44 anos ter sido preso pela Polícia Civil por suspeita de abusar sexualmente de oito crianças, o Conselho Tutelar de Maringá e a Secretaria de Educação do município foram criticados. É que já havia denúncias desde o fim do ano passado contra o professor. Muitas pessoas pelas redes sociais disseram que houve demora até a prisão do suspeito. A SEMUC disse que afastou o servidor em outubro. Agora, o Conselho Tutelar afirma que já vinha acompanhando o caso, só que não dá publicidade a esse tipo de trabalho.


O homem foi preso após denúncia da avó de uma das vítimas, feita em janeiro. A presidente do Conselho Tutelar Zona Sul, Renata Gomes, explica que desde que o órgão soube dos fatos, encaminhou as informações à escola e à delegacia especializada. Agora, segundo ela, as crianças e a famílias estão sendo auxiliadas.


A presidente diz que o conselho segue aberto para auxiliar quem precisa.


O suspeito foi preso na quinta-feira (14). Ele negou à polícia que tenha cometido crimes. O homem está na Casa de Custódia de Maringá.

Compartilhe

Seja o primeiro a comentar sobre isso

* Os comentários são de responsibilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos do uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

voltar ao topo