Fechar

Maringá

Emergência

HU de Maringá é referência para casos suspeitos de coronavírus

Publicado por Fábio Guillen, 16:31 - 13 de Fevereiro de 2020

Bloco de Imagem

Em Maringá, se algum paciente for classificado como suspeito para coronavírus imediatamente será encaminhado para o HU - Foto: AEN

O Hospital Universitário de Maringá (HUM) está na lista de hospitais paranaenses referência para possíveis casos suspeitos de coronavírus. A lista de oito hospitais foi divulgada pela Secretaria Estadual de Saúde.


Em Maringá, se algum paciente for classificado como suspeito para coronavírus imediatamente será encaminhado para o HU, que está preparado para fazer o isolamento e tratamento. De acordo com a superintendente do HU, Elisabete Kobayashi, o hospital já criou um protocolo.



“Desenvolvemos um fluxo dentro do nosso serviço de controle de infecção hospitalar e vigilância e em caso de suspeita de coronavírus já temos um protocolo a seguir de isolamento do paciente. Precisamos estar prontos”, afirmou Elisabete ao GMC Online.



De acordo com o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto, é fundamental definir estratégias de atendimento para minimizar possíveis impactos em caso de confirmações de coronavírus no Paraná. “Neste momento não temos casos da doença, mas nosso dever é de estar com estratégias e estruturas preparadas para um eventual atendimento. A rede estadual do Paraná conta com 60 hospitais para urgência e emergência”, afirma o secretário.


Paciente precisa ficar no isolamento


No HU de Maringá não existe uma ala pronta a espera de um possível caso suspeito, mas as equipes já sabem para onde levar o paciente em caso de suspeita. De acordo a superintendente, o hospital é referência nesses tipos de casos.



“É extremamente importante ter esse fluxograma definido para que outros pacientes não sejam contaminados pelo vírus em caso de suspeito. O paciente será internado numa ala isolada dos demais pacientes e só os servidores autorizados terão acesso”, complementou.



Paraná monitora caso suspeito


Equipes de Saúde do Paraná estão monitorando um caso suspeito de coronavírus no Paraná. A notificação é de um menino de 7 anos que esteve no sul da China, em Taishan, e que retornou ao Brasil no dia 30 de janeiro com familiares.


No dia 6 de fevereiro, o garoto passou por avaliação médica e diagnosticado com sintomas leves de síndrome respiratória, tosse e febre. A família não apresenta sintomas e todos estão sendo acompanhados em domicílio pela Vigilância Estadual e Vigilância municipal. O caso aconteceu em Ponta Grossa.


Sintomas


Febre, tosse e dificuldade para respirar. Esses são sinais comuns de gripes, mas que agora podem ser também sintomas do novo coronavírus, que foi detectado inicialmente na cidade de Wuhan, na China, no fim do ano passado, e que está se alastrando para várias regiões do mundo.

Quer receber nossas principais notícias pelo WhatsApp? Se sim, clique aqui e participe do nosso grupo. Lembrando que apenas administradores podem enviar mensagens.

Compartilhe

Seja o primeiro a comentar sobre isso

* Os comentários são de responsibilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos do uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

voltar ao topo