Fechar

Maringá

Novo prazo

Inauguração do Terminal Intermodal é adiada pela terceira vez

Publicado por Carina Bernardino/CBN Maringá, 15:36 - 04 de Novembro de 2019

A inauguração do Terminal Intermodal de Maringá foi adiada pela terceira vez. A previsão inicial era de que a obra fosse inaugurada em setembro, porém, após um primeiro adiamento para o mês de novembro, a nova estimativa é de que a obra seja concluída em dezembro. O anúncio oficial da nova data deve ser feita ainda essa semana, pela Prefeitura de Maringá.


A parte térrea do Terminal Intermodal de Maringá só será liberada para uso em dezembro. No local, estarão os pontos de embarque e desembarque onde quase 30 mil pessoas deverão circular todos os dias. Já o mezanino, não tem data certa de liberação.


Desde que foi iniciada, a previsão era inaugurar a obra em setembro deste ano. Depois, o prazo foi estendido para a segunda quinzena deste mês e, agora, ficou para o mês que vem.


De acordo com a assessoria da prefeitura, o anúncio oficial da nova data de inauguração do térreo do terminal será feito nesta semana, junto com um ‘pacote’ de anúncios que o Executivo está preparando.


Como anunciado em setembro pela prefeitura, a finalização do mezanino depende da licitação da concessão de empresa que locará o espaço para lojas e lanchonetes. A empresa vai gerenciar o uso dos espaços e administrar o prédio.


O subterrâneo do terminal também ficará pronto para receber um metrô ou VLT (Veículo Leve sobre Trilhos), mas como não existe previsão ainda para este modal, o local será isolado. Ao todo, o Terminal Intermodal terá 22 mil metros².


Ouça a reportagem completa na CBN Maringá.

Bloco de Imagem

Foto: Reprodução/Facebook

Quer receber nossas principais notícias pelo WhatsApp? Se sim, clique aqui, e encaminhe uma mensagem informando o seu nome.

Compartilhe

Seja o primeiro a comentar sobre isso

* Os comentários são de responsibilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos do uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

voltar ao topo