Fechar

Maringá

BR-376

Maringá vai ganhar 3 novos radares; SAIBA ONDE

Publicado por Monique Manganaro , 10:43 - 31 de Julho de 2019

Após homologação de acordo judicial na segunda-feira (29), o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) confirmou a instalação de 1.140 radares eletrônicos em rodovias federais de todo o país. Em Maringá, segundo o departamento, serão três pontos de radares na BR-376.


A medida visa o controle de velocidade em locais com criticidade “média”, “alta” e “muito alta”, identificados a partir de estudos realizados pelo Dnit.


A partir das informações divulgadas pelo departamento, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) identificou os pontos dentro de Maringá que receberão os radares. “Pela tabela, esses quilômetros seriam do Contorno Norte. Três pontos do Contorno Norte, exatamente nas extremidades”, explica o inspetor Pedro Faria.


Nesses locais, segundo o Dnit, serão instalados Redutores Eletrônicos de Velocidade que, de acordo com a PRF, em tese, são aparelhos sinalizadores que captam e indicam a velocidade que o motorista passou pelo trecho.


Em nota, o Dnit afirma que o acordo se estabeleceu depois de longa negociação e é uma medida conjunta com o Ministério da Infraestrutura e o Ministério Público Federal.


“[ O acordo] permitiu uma redução do quantitativo de radares, contemplando a instalação de equipamentos nos pontos mais sensíveis, prioritariamente em áreas urbanas. A implantação das faixas estabelecidas no acordo busca também coerência com a disponibilidade orçamentária do DNIT para tal finalidade.”


De acordo com informações divulgadas pelo jornal O Globo, os dispositivos devem ser fixados em até 60 dias, a começar pelas áreas urbanas.


Para o Dnit, é importante considerar e frizar o caráter educativo dos equipamentos.

Bloco de Imagem

Foto: Ilustrativa/Divulgação/Prefeitura de Maringá

Compartilhe

Seja o primeiro a comentar sobre isso

* Os comentários são de responsibilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos do uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

voltar ao topo