Fechar

Maringá

Obra

Recuperação do Contorno Sul deve ser iniciada em fevereiro

Publicado por Redação GMC, 15:03 - 21 de Janeiro de 2019

Bloco de Imagem

Foto: Divulgação/PMM

As obras de recuperação do Contorno Sul deverão ser iniciadas em fevereiro. As intervenções contam o recape em área de 164.720 m², fresagem em 27.468 m ², além de recomposição (processo mais profundo que o recape) em 31.559 m² nos trechos mais críticos. O prazo é de 270 dias e a Secretaria de Serviços Públicos estuda estratégias para amenizar o impacto das obras que exigirão bloqueios parciais da via.


Para agilizar e simplificar o serviço, duas frentes de trabalho de uma mesma empreiteira atuarão na recuperação do contorno. Também são definidos como será realizado o serviço, levando em consideração o tráfego de veículos. As intervenções contam ainda com a limpeza do pavimento, demolição e desobstrução de sarjetas, contribuindo para o melhor escoamento das águas pluviais e desaceleração da deterioração da pista.


O secretário de Serviços Públicos, Vagner de Oliveira, ressalta que a obra vai assegurar melhores condições de tráfego e também são analisadas melhorias pontuais em pontos de alagamento e programados novos serviços de roçada e manutenção nas margens da via, melhorando a visibilidade de sinalização. “Não será apenas uma operação tapa buraco, mas uma intervenção de recuperação de ponto a ponto nos 13 km da via”, destaca.


Para as obras serão investidos mais de R$ 12 milhões em recursos oriundos de convênio firmado entre o município e o governo estadual, por meio da Secretaria de Infraestrutura e Logística (SEIL)/Departamento de Estradas de Rodagem (DER/PR). A licitação contou com uma economia de mais de R$ 700 mil.


A recuperação emergencial do Contorno Sul antecede uma reforma integral e definitiva da via. A Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob) elaborou projeto que inclui abertura de três novas pistas, viadutos e trincheiras, pontes, além de galerias pluviais, nova sinalização vertical, horizontal e semafórica. O custo estimado é de R$ 225 milhões.


O projeto de resolução definitiva do Contorno Sul é inédito e pode contemplar ainda ciclovia do lado norte que reúne a maior área comercial e residencial. O estudo contempla ainda viadutos e trincheiras na avenida Colombo no trevo com o Contorno Sul, um dos locais com maior problema de trafegabilidade.


Nos principais pontos de ligação entre o lado norte e sul da pista haverá 11 obras de arte, entre viadutos e trincheiras: nas avenidas Pioneiro Antônio Ruiz Saldanha e Pioneiro Maurício Mariani, estrada São José, nas avenidas Carlos Borges e Joaquim Duarte Moleirinho, nas ruas Ataulfo Alves, Guerino Baldo, Domingos Danhoni e Mário José de Ferraz.

Compartilhe

Seja o primeiro a comentar sobre isso

* Os comentários são de responsibilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos do uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

voltar ao topo