Fechar

Maringá

Qualidade de vida

RFCC atende mais de 200 pessoas com câncer

Publicado por Letícia Tristão, 15:50 - 30 de Agosto de 2018

Com 179 voluntários ativos e 25 funcionários, a Rede Feminina de Combate ao Câncer (RFCC) de Maringá é uma casa de apoio e desenvolve trabalhos em função da qualidade de vida de pessoas com câncer e familiares, desde 1983. Atualmente, são 184 pacientes adultos de Maringá e Sarandi cadastrados na Rede, além de 46 crianças da 15ª Regional de Saúde.


Pessoas que vem a Maringá fazer tratamento contra o câncer ficam hospedadas na RFCC de segunda a sexta. “Todos os trabalhos e atendimentos são gratuitos, desde alimentação, transporte, hospedagem, tanto para o paciente quanto para o acompanhante”, explica a gestora institucional da entidade, Janaína Mantovani. A capacidade é para até 132 pessoas. 


Segundo ela, os serviços são oferecidos a pessoas com vulnerabilidade social e econômica, e o cadastro é feito após triagem da assistência social. O objetivo principal da entidade é o apoio psicológico e também o fornecimento de medicamentos, alimentos e produtos de necessidades básicas, como fraudas, além de acompanhamento psicológico. De acordo com Janaína, são entregues em torno de 130 cestas básicas por mês às famílias com pacientes cadastrados.


Além dos voluntários, a Rede Feminina tem 25 funcionários contratados. Os voluntários de visita vão às casas dos pacientes e acompanham a rotina e prestam atendimento psicológico. “Assim nós conseguimos manter o controle sobre o bem-estar e qualidade de vida dos pacientes e dos familiares”, diz Janaína.


Na sede da RFCC também são realizados grupos socioeducativos. “Temos um grupo que se chama Sobreviventes, são crianças que já tiveram leucemia, e hoje compartilham dicas, vivências, é muito bonito e interessante”, exemplifica.


As crianças têm um atendimento diferenciado, já que o tratamento delas não é na cidade, os voluntários fazem o atendimento a domicílio. “Às vezes os pais não têm só a criança com câncer, e os outros filhos também precisam de ajuda e atendimento psicológico. Fazemos a ponte com a escola”, explica.


A Rede Feminina está presente em todo o Brasil, mas cada sede é independente. Em Maringá, segundo a gestora, o custo mensal da unidade gira em torno de R$ 90 mil. “96% é de captação própria, por meio de eventos para arrecadação e doações”.


A RFCC oferece capacitação para interessados em ser voluntários.


Fashion For Help


Nesta quinta e sexta-feira (30 e 31) é realizado o bazar beneficente “Fashion For Help” em prol da RFCC. No primeiro dia, o bazar funcionará a partir das 19h horas e interessados podem adquirir convite de R$ 60,00, que será integralmente revertido para a entidade. No segundo dia a entrada será R$ 10, das 10h às 22h.


Entre as marcas que estarão com preços especiais, estão Bob Store, Palhador, Usaflex, Jorge Bishoff, Stillus Joias, Ariadne Casarini, Vivi Fujii Closet, Lageli Lingerie, My Gloss, Track & Feild, Richards, Maria Filó, Fest Fashion, La Melange, Kamila Siqueira, Ville Enfance, Criativa Decor e Dispropil.


Dez por centro das vendas serão revertidos para a RFCC.


Serviço do evento:


Bazar beneficente “Fashion For Help”
Local: Maringá Clube, Rua Dr. Arion Riveiro de Campos, 389, Zona 02.
Data e horário: Quinta-feira às 19h, e sexta-feira das 10h às 22h.


 


Ficou interessado no trabalho da Rede Feminina de Combate ao Câncer de Maringá? Conheça de perto o trabalho realizado por eles:


Av. Cerro Azul, 1979 - Jardim Novo Horizonte, Maringá


Telefone: (44) 3028-7277


Série


Esta reportagem faz parte da série do Portal GMC Online que tem o objetivo de apresentar os trabalhos realizados por entidades assistenciais de Maringá.

Compartilhe

Seja o primeiro a comentar sobre isso

* Os comentários são de responsibilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos do uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

voltar ao topo