Maringá

maus-tratos

ONG resgata cão após vídeo mostrar ele sendo espancado em Maringá

Publicado por Nailena Faian, com colaboração de Monique Manganaro, 14:55 - 12 de Junho de 2019

Dois cachorros foram resgatados de uma casa, em Maringá, na noite dessa terça-feira (11). A ONG Salvando Vidas interferiu logo após receber uma denúncia por meio de vídeo que mostra um homem espancando um dos animais.


“A gente conseguiu pegar o que estava apanhando. O outro morria de medo e precisamos chamar a polícia para entrar e pegá-lo”, conta Lemuel Rodrigues, coordenador da ONG. Em seu perfil no Facebook, ele desabafou:



“Nesse momento fica até difícil de me pronunciar, palavras somem, bate uma agonia e uma vontade de sair correndo! Os animais ja foram retirados e estão sendo encaminhados para consulta. Minha cabeça está explodindo. Eles estão chorando a todo momento feito crianças. Eles merecem o melhor desse mundo. Não tô aguentando olhar pra esses olhos puros e ver tanta tristeza”, escreveu.



A lei municipal prevê multa de R$ 2 mil por animal no caso de maus-tratos. A diretora de Bem-Estar Animal, Soraya Sayuri Matsuda, acompanhou o resgate e disse que o morador será multado em R$ 4 mil. “Eram dois cachorros, um ele espancou e o outro estava bem magrinho, pelas condições dá para considerar maus-tratos, estavam bastante assustados”, relata. Ainda segundo ela, aparentemente o agressor estaria embriagado.


Também foi registrado um boletim de ocorrência. A PM informou que quando chegou no local o agressor estava dormindo.


Segundo o coordenador da ONG Salvando Vidas, o cão agredido está com a pálpebra inchada, olhos vermelhos e escoriações. Ele e o outro cão foram encaminhados para uma clínica para receber cuidados. A Diretoria de Bem-Estar Animal informou que vai se responsabilizar pela castração.


Os dois animais vão se recuperar no abrigo da ONG e depois serão encaminhados para adoção conjunta.


O vídeo pode ser visto aqui. 

Bloco de Imagem

Foto: Print Screen/Vídeo

Compartilhe

Seja o primeiro a comentar sobre isso

* Os comentários são de responsibilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos do uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

voltar ao topo