Fechar

Paraná

Corte de recursos

MP acusa prefeito de Cidade Gaúcha de represália à PM

Publicado por Luciana Peña/CBN Maringá, 08:48 - 12 de Novembro de 2019

Bloco de Imagem

Foto: Divulgação/Tribunal de Justiça do Paraná

O Ministério Público de Cidade Gaúcha (a 144 quilômetros de Maringá) acionou o prefeito da cidade por represália à Polícia Militar (PM). O prefeito é acusado pelo MP de cortar os recursos da alimentação de policiais militares porque a PM prendeu o presidente da Câmara de Vereadores, aliado político.


O presidente da Câmara foi preso duas vezes no ano passado, uma vez por boca de urna, e outra por posse ilegal de arma de fogo e violência doméstica. E em fevereiro deste ano, o município suspendeu o custeio da alimentação fornecida à PM.


Para o Ministério Público, a atitude foi uma retaliação. Na ação oferecida à Justiça, o MP acusa o prefeito de Cidade Gaúcha de improbidade administrativa.


A CBN Maringá está tentando contato com o prefeito para comentar o assunto.


Quer receber nossas principais notícias pelo WhatsApp? Se sim, clique aqui, e encaminhe uma mensagem informando o seu nome.

Compartilhe

Seja o primeiro a comentar sobre isso

* Os comentários são de responsibilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos do uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

voltar ao topo