Fechar

Paraná

Curitiba

Suposta tentativa de sequestro na UFPR provoca reunião de emergência

Publicado por Banda B, 17:25 - 13 de Março de 2019

Relatos de uma suposta tentativa de sequestro de uma aluna de Educação Física da Universidade Federal do Paraná (UFPR) viralizaram nas redes sociais e assustaram estudantes, funcionários e professores.


O caso, que teria acontecido no campus Jardim Botânico, em Curitiba, mobilizou a diretoria e fez com que uma reunião de emergência fosse realizada nesta quarta-feira (13) para debater sobre a segurança no local.


No Facebook e no Instagram, pessoas contaram que a aluna pediu carona em um aplicativo de transporte por volta das 18h30 desta terça-feira (12) no Departamento de Educação Física. O motorista, no entanto, cancelou a corrida e ela saiu do campus em direção ao ponto de ônibus mais próximo.


Nesse momento, um rapaz a teria abordado e a conduzido de volta ao Departamento. “Ela fez sinal para o segurança, mas ele não sabia se o cara estava armado. Aí ele meio que seguiu os dois e, quando viu, ambos tinham desaparecido. Ele não sabe se o homem a levou para o mato ou se havia outra pessoa, que o ajudou a colocá-la em um carro”, diz uma das publicações.


Segundo a denúncia, a vítima tem cabelos pretos e longos e usava uma calça legging e uma camiseta preta. Até o momento, no entanto, ela não foi identificada e, por isso, nenhuma queixa formal foi feita à polícia sobre o suposto sequestro.


Reunião


Assustados diante da ocorrência, alunos, professores e funcionários realizaram uma reunião na manhã de hoje com diretores da universidade. Uma estudante de 25 anos, que cursa o primeiro período de Terapia Ocupacional e participou do encontro, afirmou que a segurança é uma preocupação frequente dos universitários.


Leia a reportagem completa no Portal Banda B.

Bloco de Imagem

Foto: Djalma Malaquias/Banda B

Compartilhe

Seja o primeiro a comentar sobre isso

* Os comentários são de responsibilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos do uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

voltar ao topo