Fechar

Policial

1º semestre

Confira os bairros com mais furtos e roubos em Maringá

Publicado por Fábio Castaldelli , 15:52 - 10 de Julho de 2019

Bloco de Imagem

Foto: Ilustrativa/Cleber França/GMC Online

A Polícia Militar (PM) registrou em Maringá, no primeiro semestre deste ano, 1.727 furtos e roubos. O número é 23% menor que o registrado no mesmo período do ano passado. No entanto, apenas três bairros maringaense concentram 25% da ação dos ladrões nos seis primeiros meses de 2019: Zona 1, Zona 7 e Jardim Alvorada.


Os dados constam em um levantamento do setor criminal do 4º Batalhão de Polícia Militar feito a pedido do Portal GMC Online. O relatório aponta que a Zona 1, Centro da cidade, é o bairro mais visado dos ladrões. No local, entre janeiro e junho deste ano, foram 153 furtos e 37 roubos (190 no total).


Em segundo lugar neste ranking aparece a Zona 7, com 151 ocorrências (95 furtos e 56 roubos), seguida pelo Jardim Alvorada, que somou 91 registros (68 furtos e 23 roubos).



"São as regiões que têm a maior concentração de pessoas por metro quadrado. No centro tem muita gente e na Zona 7 temos muitos estudantes. Então acaba acontecendo mais furtos e roubos nesses locais", explica o comandante do 4º Batahão de Polícia Militar em Maringá, tenente-coronel Ademar Paschoal.


Bloco de Imagem2

Foto: Ilustrativa/Cléber França/GMC Online

Veículos


Nos seis primeiros meses de 2019, 338 veículos foram alvo de furto ou roubo em Maringá, uma redução de 31,5% em comparação com o primeiro semestre de 2018. Ao todo, foram recuperados 229 veículos no primeiro semestre.


Na mira dos ladrões, os automóveis são os veículos mais visados, com 157 ocorrências (122 furtos e 35 roubos) de janeiro a junho deste ano. Na sequência, estão as motocicletas (91 foram roubadas ou furtadas), motonetas (36) e caminhonetes (31).



Veja as estatísticas detalhadas abaixo:


Bloco de Galeria
Compartilhe

Seja o primeiro a comentar sobre isso

* Os comentários são de responsibilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos do uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

voltar ao topo