Fechar

Policial

4 votos a 3

Maníaco da Torre é condenado a 21 anos e 4 meses de prisão

Publicado por Luciana Peña/CBN Maringá, 08:13 - 15 de Março de 2019

Bloco de Imagem

Foto: Oséias Miranda/Reprodução/CBN Maringá

Roneys Fon Firmino Gomes, o maníaco da torre, foi condenado a 21 anos e 4 meses de prisão por homicídio qualificado e ocultação de cadáver. O julgamento terminou na noite desta quinta-feira (14). Foram 4 votos pela condenação e 3 contra.


A defesa vai recorrer e pedir a anulação do júri. A advogada Josiane Monteiro diz que “os jurados foram influenciados por provas que não eram provas dos autos”, como imagens de reportagens divulgadas pela mídia.


Roneys foi preso em 2015 e confessou o assassinato de seis mulheres. A polícia acredita que matou pelo menos sete. Ele foi condenado pela morte de Edinalva José da Paz, assassinada em 2010. Neste caso, Roneys não confessou o crime e disse à polícia quando foi preso que não se lembrava da vítima.


A promotoria levou ao julgamento uma testemunha com quem o celular de Edinalva foi encontrado. Essa testemunha conhece Roneys. A reportagem da CBN Maringá está tentando contato com o Ministério Público para comentar o resultado do julgamento.

Compartilhe

Seja o primeiro a comentar sobre isso

* Os comentários são de responsibilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos do uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

voltar ao topo