Fechar

Policial

4 meses

Vítima de maus-tratos, bebê é acolhido pelo Conselho Tutelar

Publicado por Monique Manganaro , 09:43 - 01 de Abril de 2019

Bloco de Imagem

Foto: Ilustrativa/Pixabay/Domínio Público

Um bebê, de aproximadamente 4 meses, foi acolhido pelo Conselho Tutelar e encaminhado a um abrigo com sinais de maus-tratos. Segundo o conselho, a mãe da criança foi flagrada com visíveis sinais de embriaguez percorrendo diversos bares da Avenida Morangueira, em Maringá, neste domingo (31).


De acordo com o conselheiro tutelar Pedro Henrique Arndt dos Santos, a equipe foi chamada na noite de ontem. Testemunhas disseram que a mãe estava visivelmente embriagada e que, há horas, andava pelos bares da região com a criança no colo. Conforme o Conselho Tutelar, a mulher mal conseguia segurar o bebê.


“Foi constatado, de imediato, os maus-tratos, porque a mãe não tinha condições nem de cuidar da criança”, afirma Santos. Segundo ele, o bebê estava sendo cuidado por outras pessoas que também estavam no local.


A mãe, de acordo com o conselheiro, estava completamente alterada e discutia com pessoas na rua, tentando, inclusive, agredi-lo quando ele estendeu as mãos para pegar a criança.


Em apoio à equipe, a Guarda Municipal foi acionada e levou a mulher para a delegacia. O Conselho Tutelar buscou saber nome e idade da mãe, mas ela se recusou a passar qualquer informação sobre ela ou sobre o bebê.


“Como a gente não tinha informação nenhuma, tivemos que levar a criança para o abrigo e ela [mãe] foi encaminhada para a delegacia para identificação”, explica Santos. De acordo com ele, a criança ainda passou por exames em uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e foi liberada.


O conselheiro tutelar diz que as equipes ficaram durante toda a madrugada desta segunda-feira (1º) na delegacia e, até esta manhã, a mulher ainda não tinha sido identificada.


Agora, o caso será repassado ao Ministério Público e será decidido, ainda, se o bebê deve continuar no abrigo, se algum familiar pode ampará-lo ou se será entregue a uma família acolhedora.

Compartilhe

Seja o primeiro a comentar sobre isso

* Os comentários são de responsibilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos do uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

voltar ao topo