Política

Maringá

Legislativo amplia estrutura administrativa e aumenta gastos

Publicado por Luciana Peña/CBN Maringá, 15:35 - 12 de de 2019

Bloco de Imagem

Foto: GMC Online

O nome é pomposo, mas parece fora de moda na era do WhatsApp: Seção de Telefonia. É uma novidade na estrutura administrativa da Câmara de Maringá que está sendo criada por um projeto de lei. E o coordenador desta seção vai ganhar uma gratificação no salário: R$2856,00.


O projeto cria outra seção, a de Controle do Uso e Manutenção de Veículos. Na estrutura da Câmara ainda serão acrescidos os Serviços de Almoxarifado e Folha de Pagamento e os Serviços de Tesouraria e Patrimônio. O projeto ainda abre uma vaga para jornalista repórter. A Câmara já tem dois jornalistas efetivos e um chefe de comunicação comissionado.


O Legislativo informa que o impacto financeiro será de R$ 257 mil  no primeiro ano. O projeto foi aprovado por 13 votos. Dois vereadores votaram contra. Entre eles o vereador Chico Caiana.



"É um momento da gente ter muita cautela com o dinheiro público, que é uma coisa que em muitas cidades está esscasso. A nossa cidade, especificamente a Câmara, tem as finanças controladas. Mas se nós não controlarmos com responsabilidade, poderemos amanhã ou depois ter problemas financeiros na Câmara, disse em entrevista à CBN Maringá.



O vice-presidente da Câmara, Mário Verri, justifica a ampliação de gastos. Ouça a entrevista completa abaixo.

Compartilhe

Seja o primeiro a comentar sobre isso

* Os comentários são de responsibilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos do uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

voltar ao topo