Política

Carreata

Em Maringá, eleitores comemoram vitória de Bolsonaro

Publicado por Redação GMC Online, com informações de Carina Bernardino, 21:12 - 28 de outubro de 2018

Em Maringá, apoiadores e eleitores do presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), participaram de uma carreata para comemorar o resultado do pleito.


Em carros, motocicletas e com muitas bandeiras, os participantes saíram da Avenida Mauá, onde fica o comitê suprapartidário pró-Jair Bolsonaro (PSL), e depois de passarem pelas avenidas Herval, Duque de Caixas e Colombo com destino ao estacionamento do estádio Willie Davids.


Na medida que a carreata avançava, moradores piscavam as luzes dos apartamentos. O trajeto todo foi acompanhado pelo som de muitas buzinas.


“Agradeço a Deus por estar vivendo esse momento. Temos hoje as redes sociais para que cada um de nós coloque o seu vigor, a sua força e o que pensa, não dependendo que outros pensem por você. A partir de agora cada brasileiro terá uma responsabilidade ainda maior”, afirmou Willy Taguchi, do comitê suprapartidário pró-Jair Bolsonaro.


Em Maringá, 154.818 eleitores votaram no candidato do PSL, o equivalente a 75,84%. O candidato Fernando Haddad (PT) teve 50.271 dos votos válidos (24,16%).


Bolsonaro teve a maioria dos votos nas três zonas eleitorais de Maringá. Na 66ª Zona Eleitoral, foram 55.902 votos (79,23%) para o candidato do PSL e 14.659 votos (20,77%) para Haddad.


Na 137ª Zona Eleitoral, Bolsonaro ganhou de 51.706 votos (75,01%) a 17.224 votos (24,99%), enquanto na 192ª Zona Eleitoral, Bolsonaro teve 50.210 votos (73,19%) e Haddad, 18.388 (26,81%).
Votos brancos somaram 4.541 e nulos, 9.865.


No Paraná, Bolsonaro somou 4.224,416 votos (68,43%) e Haddad, 1.948.790 votos (31,57%).


 

Compartilhe

Seja o primeiro a comentar sobre isso

* Os comentários são de responsibilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos do uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

voltar ao topo