Política

Câmara

Vereador critica empréstimo de R$ 42 mi solicitados pela Prefeitura

Publicado por Victor Simião/CBN Maringá, 17:52 - 10 de Julho de 2019

A Prefeitura de Maringá conseguiu aprovar dois projetos para empréstimos de R$ 42 milhões junto à Caixa Econômica Federal. Foi em primeira discussão, nessa terça-feira (9). Após muito diálogo, os vereadores aprovaram a iniciativa.


São dois empréstimos: um de R$ 26 milhões para reformas de praças, construção de sete salões comunitários e duas Unidades Básicas de Saúde (UBSs). O outro, de R$ 16 milhões, é para a desapropriação e reforma do Cine Teatro Plaza.


A segunda discussão ocorre nesta quinta-feira (11). O município é favorável à iniciativa, justificando as condições de empréstimo. Mas tem vereador apontando o contrário.


Jean Marques, do PV, votou contra os dois projetos. Entre outros problemas, ele apontou que os projetos foram enviados com urgência – o que não deveria ter ocorrido. Além disso, ele não concorda com o pagamento de juros mensais – que deve ficar em R$ 400 mil por mês.


Ouça o que disse o vereador em entrevista à CBN Maringá. 

A CBN procurou o Executivo para comentar as críticas. A assessoria de comunicação informou que é direito do parlamentar fazer comentários contrários às iniciativas da Prefeitura.


Jean Marques foi o líder do prefeito até março. Na avaliação de fontes ouvidas pela CBN dentro do Executivo, as críticas do parlamentar fariam parte de uma tentativa de descolar a imagem dele do Governo Municipal.


O projeto deve ser aprovado em segunda discussão. Somente depois os empréstimos ocorrem.


A reportagem foi atualizada nesta quinta-feira (11), às 16h. A informação sobre o parlamentar tentar descolar a imagem do Governo Municipal vem de fontes consultadas pela reportagem. Anteriormente, o texto dava a entender que era uma opinião do repórter.

Bloco de Imagem

Foto: Divulgação/CMM

Compartilhe

Seja o primeiro a comentar sobre isso

* Os comentários são de responsibilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos do uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

voltar ao topo