Fechar

COLUNISTAS

Do que são feitas as cidades?

Publicado por Engenharia Urbana, por Diego Matheus Sanches, 14:00 - 26 de fevereiro de 2019

Bloco de Imagem

Foto: Divulgação

Cidades me fascinam. E entender o funcionamento delas é uma das minhas paixões.


Mas o que são as cidades?


Cidade, do latim civitas, significa segundo o dicionário online Michaelis:


“grande aglomeração de pessoas em uma área geográfica circunscrita, com inúmeras edificações, que desenvolve atividades sociais, econômicas, industriais, comerciais, culturais e administrativas”.


Mas será que as cidades são apenas grandes aglomerados de pessoas e edifícios onde ocorrem as atividades humanas? Ou seriam algo mais?


Antes de responder a esta pergunta, permita que eu me apresente e explique de onde vem esse interesse pelas cidades.


Meu nome é Diego, tenho 30 anos, nasci em Maringá e morei em diversas cidades devido ao trabalho do meu pai: Ponta Grossa, São José dos Pinhais, Curitiba, Cascavel, Pará de Minas-MG, Juiz de Fora-MG, e Paiçandu, cidade que amo e morei por 18 anos antes de me mudar, em 2018, para Maringá.


Todas essas mudanças tiveram um lado ruim e outro bom (como quase tudo na vida). O lado ruim é que em praticamente todos os anos eu tive que me adaptar a uma nova cidade. E com isso, nova escola, novos amigos e nova casa.


O lado bom é que isso me forçou a ter uma visão de mundo mais ampla, pois conheci pessoas diferentes, regiões diferentes e é claro, muitos tipos de cidades diferentes. Isso alimentou em mim, desde muito cedo, uma curiosidade em entendê-las.


Meu histórico de mudanças com certeza pesou na hora de escolher a minha graduação. Optei por engenharia civil na UEM, me formando em 2010. Em seguida, iniciei minha vida profissional em uma construtora da cidade.


Já em 2012, decidi participar de forma mais ativa na vida pública e disputar as eleições. Contando com a sorte e com a ajuda da minha família, especialmente meu avô Diego (meu nome foi dado em homenagem a ele), pioneiro e nome muito respeitado na cidade, fui eleito vereador no município de Paiçandu.
Durante o mandato, que me trouxe uma grande experiência, voltei a estudar. Me especializei em Gestão de Negócios Imobiliários e da Construção Civil, e em Gestão Pública, e tornei-me Mestre em Engenharia Urbana.


No início de 2017, após o término do mandato, resolvi continuar trabalhando no setor público, porém não mais em cargos eletivos, mas sim como engenheiro.


Atualmente uni minha paixão pelas cidades, com minha vontade de estar sempre aprendendo e ensinando.


Sou consultor e palestrante de temas relacionados à Engenharia Urbana para o poder público, em especial Câmaras de Vereadores.


Agora que vocês já conhecem um pouco mais de mim, voltemos ao nosso questionamento. Afinal, o que são realmente as cidades?



Em minha opinião, as cidades podem ser definidas como organismos vivos: nascem, crescem e às vezes morrem.



A estrutura física (ruas, edifícios, redes energia elétrica e de abastecimento de água, entre tantas outras) representa o corpo e todo seu funcionamento, com órgãos, ossos e artérias.


E as pessoas que convivem na cidade representam a mente. São elas que decidem como esse corpo vai se desenvolver e ser utilizado.


Assim como os organismos vivos, as cidades podem estar saudáveis ou doentes.


Posso dar alguns exemplos de doenças urbanas e seus paralelos com doenças humanas.


Congestionamentos podem ser comparados à problemas circulatórios.


A poluição do ar em uma cidade pode ser comparada a uma pneumonia ou outra doença pulmonar.


E a violência urbana tem um paralelo com as doenças autoimunes, em que o próprio corpo “se ataca”.


Enfim, acredito que as cidades são organismos complexos e quanto melhor nós as entendermos, melhor vamos viver.


Esse será o propósito da minha coluna: fazer você entender melhor a cidade onde mora e viver melhor!


Muito obrigado pela atenção e até a próxima!


Grande abraço!

Compartilhe

Seja o primeiro a comentar sobre isso

* Os comentários são de responsibilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos do uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

voltar ao topo