Fechar

COLUNISTAS

Paraná Clube: 30 anos do 'Poder da Realização'

Publicado por Victor Ramalho, 16:45 - 19 de December de 2019

Bloco de Imagem

1991: Ednelson cala o Couto Pereira. O primeiro título paranaense! (Foto: Arquivo/Paraná Clube)

19 de dezembro de 1989, uma data simbólica. Há exatas três décadas atrás se dava início a união de duas equipes que formariam, posteriormente, um dos mais tradicionais clubes do Brasil.


Da fusão de Pinheiros e Colorado nasceu o Paraná Clube, em um surgimento que se deu modesto até mesmo na primeira reunião entre os dirigentes, ainda em 1988. O guardanapo de um restaurante foi o responsável por rascunhar os primeiros passos do 'Tricolor da Vila'.


Como diz em seu próprio site, "O time do povo nasce de forma simples e eficaz para se tornar “a grande potência do Sul”.


Dois anos depois, o gol de Ednelson calou um Couto Pereira lotado, abrindo caminho para o primeiro título paranaense e a consequente fileira de títulos dos anos seguintes.


Mas como todo grande clube, o tricolor também viveu seus maus momentos, e mesmo assim, o paranista não o abandonou. É um clube jovem, recente, um clube do povo!


Quem é capaz de ser penta campeão estadual consecutivo, disputar uma Libertadores da América com apenas 18 anos de existência e quebrar récorde de público na casa do maior rival, tem forças para superar todas as adversidades e voltar para o lugar de onde nunca deveria ter saído: a Série A!


Parabéns, Paraná Clube pelos 30 anos de fundação!

Bloco de Imagem

Bairro Santa Felicidade, 1998. Dirigentes de Colorado e Pinheiros deram início ao processo de união que fez nascer o Paraná Clube. Em um guardanapo de papel de um restaurante, foram 'rascunhados' os primeiros passos do Tricolor da Vila. (Foto: Arquivo/Paraná Clube)

Compartilhe

Seja o primeiro a comentar sobre isso

* Os comentários são de responsibilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos do uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

voltar ao topo