Fechar

Volei

Superliga

Denk Maringá busca vitórias para sonhar com classificação

Publicado por Victor Simião/CBN Maringá, 15:44 - 06 de março de 2020

A classificação ainda pode ser obtida - mas o caminho para se chegar a ela está mais difícil do que nunca. Com 18 pontos, o Denk Maringá Vôlei está na décima colocação na Superliga Masculina. A três rodadas do término da fase classificatória, o time tem em vista a possibilidade de obter nove pontos. Para isso, precisa vencer os jogos com dois sets de diferença.


Avançam para o mata mata os oito primeiros colocados. Ao todo, 12 clubes participam da disputa.


Neste sábado, 7, o primeiro jogo é um confronto direto. O adversário é o Ipatinga (MG), time que tem 22 pontos e está na oitava colocação. A partida é às 18h30, em casa, no ginásio Chico Neto.


Depois desse compromisso, o Maringá encara o América (MG), em Minas. É no dia 10, em jogo atrasado da nona rodada. O time mineiro é o 11º colocado, numa situação ruim na Superliga.


Por fim, o Maringá joga contra o Blumenau (SC) na casa do adversário no dia 14. O time catarinense é o sétimo colocado, com 26 pontos. Matematicamente, o Maringá não consegue alcançar a sétima colocação.


Um fator que complica é o Ribeirão Preto. O time do interior de São Paulo é nono colocado, com 19 pontos. A equipe ainda tem seis pontos em disputa, e, se ganhar o jogo deste sábado contra o Minas, a chance de o Maringá se classificar para o mata mata diminui drasticamente.


A situação é a seguinte: a equipe maringaense precisa vencer o Ipatinga neste sábado e torcer para o Ribeirão Preto perder para o Minas. Somente com essa combinação é que o Maringá poderá seguir respirando, lutando por uma vaga para se classificar.


O Maringá Vôlei está há sete rodadas sem vencer. O time vive uma crise dentro e fora de quadra. Desde o fim do ano passado, a patrocinadora do clube não repassa o dinheiro. A empresa está sob investigação judicial e com os bens bloqueados.


A situação resultou em uma debandada de atletas. Sete jogadores deixaram o clube por conta desse problema. Ricardinho, presidente do Maringá Vôlei, deixou a aposentadoria e voltou a jogar. Os atletas estão tendo de improvisar em quadra e jogar em formações diferentes.

Bloco de Imagem

Foto: Divulgação

Compartilhe

Seja o primeiro a comentar sobre isso

* Os comentários são de responsibilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos do uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

voltar ao topo