Fechar

Entretenimento

personagem

Fotos do ‘Homem-Aranha’ em Maringá repercutem nas redes sociais; FOTOS

Publicado por Nailena Faian, com colaboração de Monique Manganaro, 15:43 - 04 de fevereiro de 2020

Bloco de Imagem

Foto: Thiago Louzada

Fotos do "Homem-Aranha" passeando Maringá têm chamado a atenção de crianças e adultos nas redes sociais. O traje e o tipo físico fazem parecer que o super-herói do filme está circulando pela cidade soltando suas teias. 


Mas quem será ele? O portal GMC Online entrevistou o Homem-Aranha maringaense, que revelou a sua identidade para a reportagem: Hugo Biazon, de 22 anos.


Durante o horário comercial, o jovem trabalha em uma loja de skate na área central. À noite, se “transforma” no Homem-Aranha e trabalha como recreador em empresas de eventos há quatro anos.

Bloco de Imagem

Foto: Thiago Louzada


“Depois de um ano trabalhando nessas empresas, eu mesmo decidi comprar o meu primeiro traje. Então comprei o traje do primeiro Homem-Aranha, do ator Tobey Maguire. Fiquei meses estudando sobre as medidas, tamanhos e modelos”, detalha.



Na sequência, o jovem adquiriu outros trajes do personagem. O último é esse que aparece nas fotos que estão fazendo sucesso nas redes sociais e é inspirado no filme Homem-Aranha Ultimate V2. Os trajes são feitos sob medida e variam entre R$ 300 a R$ 1.200. 


Para o jovem, o personagem ainda é um dos favoritos da criançada. “Ou é o Homem-Aranha ou o Homem de Ferro. Sempre me perguntam: cadê o Homem de Ferro? A criançada pira com a chegada do Homem-Aranha”, brinca.


"Estou achando essa repercussão muito bacana, já me ajudou a fechar alguns contratos", completa. 


Fotos: Thiago Louzada



Quer receber nossas principais notícias pelo WhatsApp? Se sim, clique aqui e participe do nosso grupo. Lembrando que apenas administradores podem enviar mensagens.


Bloco de Galeria
Compartilhe

Seja o primeiro a comentar sobre isso

* Os comentários são de responsibilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos do uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

voltar ao topo