Fechar

Gastronomia

diferente

Cachorrão prensado com maionese azul faz sucesso em Maringá

Publicado por Nailena Faian, 16:13 - 06 de dezembro de 2019

Bloco de Imagem

Foto: Divulgação

Todo mundo sabe que maringaense é apaixonado por maionese - especialmente a verde - e que come quase mais o molho do que o próprio lanche. Os holofotes agora estão na misteriosa maionese azul do “Don Dogão”.


A lanchonete abriu em agosto com 12 molhos caseiros e há pouco tempo lançou a maionese azul."Não revelo quais são os ingredientes, é segredo", diz rindo o dono do estabelecimento, Saulo Augusto Penteado.


O molho tem um sabor agridoce e cai muito bem com o dogão, segundo a clientela da lanchonete.



“O pessoal gostou. Antes vendíamos mais através do delivery e agora o pessoal quer vir aqui para comer mais molho. A gente sempre manda nossa variedade de molhos, mas eles estão preferindo vir para poder comer mais maionese”, diz Penteado. 


Bloco de Imagem

Foto: Divulgação

Além da maionese azul, outras têm chamado a atenção: a amarela que também tem sabor agridoce e a de beterraba que ganha a cor rosa. Essa variedade de molhos é resultado da insatisfação de Penteado com a falta de molhos nos estabelecimentos.



“Eu sou um consumidor nato de cachorrão, gosto muito. Mas via que faltava muita coisa, como a variedade de molhos. Outra coisa que não gostava era da forma como o cachorrão era entregue naqueles saquinhos plásticos brancos. Então montei meu cachorrão e fiz tudo diferente, eliminando as falhas que via nos outros”, conta.



Hoje no "Don Dogão" você encontra além das maioneses já citadas, a de alho, tomate seco, tradicional, verde e uma que é um mix de sabores. Todas elas são feitas no próprio estabelecimento, que também produz molhos de pimenta. 


Quer receber nossas principais notícias pelo WhatsApp? Se sim, clique aqui, e encaminhe uma mensagem informando o seu nome.

Bloco de Imagem

Foto: Reprodução/Facebook

Compartilhe

Seja o primeiro a comentar sobre isso

* Os comentários são de responsibilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos do uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

voltar ao topo