Fechar

Maringá

Veja quais

Covid-19: Prefeitura autoriza abertura de novos segmentos em Maringá

Publicado por Monique Manganaro, 09:20 - 06 de abril de 2020

Em entrevista coletiva realizada nesta segunda, 6, na sala de reuniões do térreo do Paço Municipal, o prefeito de Maringá, Ulisses Maia, anunciou a autorização da abertura de novos segmentos na cidade, a partir desta terça-feira, 7.


De acordo com Ulisses, ficará permitido o funcionamento de clínicas médicas e odontológicas, com regras que já constam no decreto, recomendando que os atendimentos ocorrem apenas para emergências.


“A recomendação é que cirurgias não necessárias, por exemplo, não sejam feitas agora, para que UTIs e leitos sejam deixados para possíveis infectados com coronavírus”, disse o prefeito.


Também foi liberada, com restrição, a abertura de borracharias e oficinas mecânicas e elétricas. De acordo com o prefeito, estes estabelecimentos devem proibir aglomerações.


Outro segmento autorizado é o de pet shops, mas apenas para banhos medicamentosos e designados por médicos veterinários.


“As atividades normais não voltam tão cedo, mas estamos fazendo desde a semana passada a retomada gradativa e segura”, completou Ulisses.



Veja abaixo resumo dos segmentos que vão abrir a partir desta terça, 7:


1. Clínicas médicas e odontológicas (apensas para necessidades emergenciais);


2. Pet Shop - apenas para banho medicamentosos (designados pelos veterinários, pois tem raças que necessitam de banhos especiais, devido a vários fatores);


3. Borracharia, Oficina Mecânica e Elétrica (com portas fechadas, sem aglomeração, e a revenda de peças pode atender delivery eventualmente se a oficina precisar de peça);


4. Conveniências - Já estavam liberadas devido a uma liminar - SAIBA MAIS AQUI.


Os horários apenas de segunda a sexta das 8h às 18h, para todos os casos.



Texto em atualização

Compartilhe

Seja o primeiro a comentar sobre isso

* Os comentários são de responsibilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos do uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

voltar ao topo