Fechar

Maringá

Sem datas definidas

Duas empresas são contratadas para realizar concursos em Maringá

Publicado por Victor Simião/CBN Maringá, 13:14 - 10 de abril de 2020

Mesmo após o anúncio da Secretaria de Fazenda de que os concursos deveriam ser suspensos neste ano devido ao coronavírus, a Prefeitura de Maringá deu seguimento aos processos e contratou duas empresas para a realização dos testes. A AOCP, de Maringá, e o Cebrasp, de Brasília, serão as responsáveis. Ao todo, o município poderá pagar até R$ 485 mil pelos serviços.


A dispensa de licitação foi publicada em dois contratos no Diário Oficial de Maringá no dia 09 de abril.


No caso do concurso que será organizado pelo Cebrasp, serão seis vagas para dois cargos: quatro de contador - com salário inicial de R$ 11 mil; duas de procurador, cuja remuneração inicial é de R$ 14 mil.


Em relação ao teste que será feito pela AOCP, são para sete cargos da saúde em regime CLT e 30 vagas - incluindo cadastro de reserva. Tem 21 vagas para agentes comunitários, quatro para médicos, entre outras.


Desde o ano passado, a Prefeitura estuda realizar concursos públicos.


Segundo o secretário de Recursos Humanos, César França, a dispensa foi feita porque é continuidade do trâmite burocrático. Devido ao coronavírus, não há datas para a realização das provas, diz ele.



“Esse processo de licitação para concurso público iniciou antes mesmo do início dessa pandemia no Brasil. O que houve foi apenas a escolha da empresa que vai fazer os concursos. A nova fase seria todo o planejamento, datas, esse tipo de coisa, que obviamente só vai ocorrer depois que acabar essa pandemia. Nós torcemos para que acabe logo, aliás”, declarou.



A Prefeitura de Maringá ainda estuda outros dois concurso: um para a Guarda Municipal e outro para demais cargos.



Quer receber nossas principais notícias pelo WhatsApp? Se sim, clique aqui e participe do nosso grupo. Lembrando que apenas administradores podem enviar mensagens.


Bloco de Imagem

Foto: Ilustrativa/Agência Brasil

Compartilhe

Seja o primeiro a comentar sobre isso

* Os comentários são de responsibilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos do uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

voltar ao topo