Fechar

Maringá

Transporte Coletivo

Em campanha salarial, sindicato reúne motoristas e ônibus atrasam

Publicado por Nailena Faian e Luciana Peña, 09:56 - 11 de julho de 2018

Bloco de Imagem

Linhas que circulam entre 6h e 8h atrasaram até 40 minutos. Foto: Cary Bertazzoni/PMM

Muita gente chegou atrasada ao trabalho nesta quarta-feira (11) em Maringá. Isso porque as linhas que circulam entre 6h e 8h atrasaram até 40 minutos. O motivo é a campanha salarial dos motoristas. O sindicato da categoria parou os funcionários na garagem dos ônibus para conversar sobre o reajuste salarial.


Aline Sales e Maria Celeste Berteli trabalham como auxiliar de serviços gerais em uma clínica na Zona 5. O expediente começa cedinho, às 7h. Ao chegar no ponto de ônibus, por volta das 6h20, descobriram que o ônibus não passaria no horário. “Avisamos o pessoal do trabalho e mandaram um Uber vir buscar a gente. Ficou R$ 9,90, no preço que está a passagem hoje, até que compensou’’, afirma Maria Celeste.


Emerson Silva é diretor sindical e explica que a data-base da categoria venceu em junho e a proposta atual de reajuste salarial não atende aos anseios dos trabalhadores. Ainda segundo ele, não se descarta a possibilidade de greve.


A direção da Transporte Coletivo Cidade Canção (TCCC) foi contatada e a reportagem aguarda retorno.


Ouça a entrevista com o diretor sindical, concedida à CBN Maringá

Compartilhe

Seja o primeiro a comentar sobre isso

* Os comentários são de responsibilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos do uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

voltar ao topo