Fechar

Maringá

Saiba como ajudar

Fundo da Infância e Adolescência pretende chegar a R$ 3 mi até 2020

Publicado por Luciana Peña/CBN Maringá, 11:09 - 23 de outubro de 2019

Bloco de Imagem

Foto: Luciana Peña/CBN Maringá

O Fundo da Infância e Adolescência de Maringá (FIA) tem R$ 1,5 milhão em caixa. O dinheiro financia projetos de 50 entidades assistenciais cadastradas pelo município. 23 projetos estão aptos a receber recursos.


A campanha de arrecadação do FIA 2019/2020 foi lançada nesta quarta-feira (23). A expectativa é que o fundo atinja R$3 milhões até o final de 2020.


A secretária interina da Assistência Social e Cidadania, Emília Bandeira, dá exemplos de projetos bancados com recursos do FIA. "'O Som da Banda', é um projeto de fanfarra; o 'Karatê Shotokan'; nós temos vários projetos hoje na área de música, dança. Muitos projetos que essas entidades têm são mantidos exclusivamente pelo recurso do FIA", detalha Emília. 


O recurso arrecadado com o FIA permanece na cidade, também movimentando a economia local. Para destinar parte do imposto devido não é difícil, explica o secretário de Fazenda Orlando Chiqueto.


"É uma destinação de recursos do Imposto de Renda, pessoa física e jurídica. É uma renúncia fiscal e que pode ser feita por todos os empresários optantes pelo lucro real e, das pessoas físicas, optantes pelo formulário completo do Imposto de Renda também, que podem deduzir até 6% até o dia 31 de dezembro e 3% no dia 30 de abril, que é o último dia do prazo de entrega da declaração", explica o secretário. 


Após feita a declaração do IR basta entregar o comprovante de doação para a entidade que deseja ajudar.


Com recursos do FIA, a prefeitura está reformando o abrigo municipal para adolescentes.


Quer receber nossas principais notícias pelo WhatsApp? Se sim, clique aqui, e encaminhe uma mensagem informando o seu nome.

Compartilhe

Seja o primeiro a comentar sobre isso

* Os comentários são de responsibilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos do uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

voltar ao topo