Fechar

Maringá

'Linha do tempo'

Coronavírus: 1º caso confirmado completa uma semana em Maringá

Publicado por Victor Ramalho, 09:18 - 25 de março de 2020

Nesta quarta-feira, 25, faz uma semana que o primeiro caso de coronavírus foi confirmado em Maringá. Foram sete dias que pareceram meses.


O temor pela nova pandemia mundial veio acompanhado de uma série de medidas do poder público que mudaram drasticamente a rotina do maringaense. De um lado, comércio fechado, toque de recolher, corrida por máscaras, álcool em gel e comida. De outro, gente fazendo o bem para tentar "aliviar" o momento adverso.


Confira agora uma linha do tempo, com os fatos marcantes dos últimos 7 dias:



18/03



Maringá confirma o primeiro caso de coronavírus


A notícia foi confirmada pela Secretaria Municipal de Saúde na tarde de quarta-feira, 18. A paciente era uma mulher, de 46 anos, recém-chegada de viagem da Espanha e que teve um agravamento dos sintomas no dia anterior.


Ela seguiu os protocolos de saúde e foi internada no Hospital Santa Casa, onde permaneceu em isolamento durante 5 dias. Leia a notícia na íntegra.


Prefeitura de Maringá publica decreto de emergência


No mesmo dia, o poder público já divulgou as primeiras medidas de prevenção à propagação da Covid-19. No decreto publicado no Diário Oficial do Município, foi anunciado o fechamento de bares, shoppings, restaurantes e serviços não essenciais por 30 dias, a partir da última sexta-feira, 20. Relembre.



19/03



Maringá confirma 2º caso de coronavírus


A informação veio apenas no fim do dia, confirmada pelo prefeito, Ulisses Maia, durante uma live no Facebook. O paciente era um homem, de 36 anos, que acabara de chegar da Itália. Naquele momento, a cidade contava com 22 casos suspeitos em investigação. Leia.


'O preço da procura': Procon registra denúncias por preços abusivos


Com as orientações para cuidar da higienização e com objetivo de estocar mantimentos para o período de isolamento, as pessoas foram às compras. Os problemas, no entanto, não demoraram para aparecer. O Procon de Maringá recebeu 40 denúncias de preços abusivos nos estabelecimentos comerciais da cidade.


Itens como máscaras e álcool em gel foram os campeões de variação de preço. Em um dos comércios visitados, uma caixa de máscaras que custa, em média, R$ 4, estava sendo vendida à R$ 150. Confira na íntegra.



20/03



Ruas ficam vazias em primeiro dia de decreto


A sexta-feira, 20, foi o primeiro dia do decreto municipal Nº 445/2020, que suspendeu o funcionamento de serviços não essenciais por 30 dias. Apenas farmácias, supermercados e postos de combustíveis estavam autorizados a operar.


O dia teve cara de feriado: avenidas e ruas vazias bem no centro da cidade. Confira.


Fiscalização: 62 notificações na primeira manhã


Para garantir o pleno cumprimento do decreto municipal, fiscais da Prefeitura de Maringá estiveram nas ruas, verificando e apurando denúncias de funcionamento irregular em estabelecimentos comerciais.


Somente na manhã de sexta-feira, 20, 108 estabelecimentos foram visitados e 62 deles notificados, por estarem operando, descumprindo o decreto. Veja.



21/03



Mais restrições


Na manhã e sábado, 21, o prefeito de Maringá, Ulisses Maia, assinou o decreto 461/2020 com novas restrições referentes à prevenção do coronavírus na cidade. Dentre as medidas, destaque para a suspensão do transporte intermunicipal a partir de segunda-feira, 23, e fechamento de lojas de conveniência, serviços de lava-jato e troca de óleo dos postos de combustíveis. O posto de combustível deverá realizar adaptações para que o pagamento do abastecimento não se dê no interior das lojas de conveniências.


Terceiro caso de coronavírus é confirmado


Também no sábado, a Secretaria Municipal de Saúde confirmou o terceiro caso de Covid-19 na cidade: uma mulher, de 31 anos, que teria sido vítima de uma transmissão comunitária durante uma viagem para São Paulo.


No momento, Maringá tinha 47 casos suspeitos em observação. Relembre.


Ex-prefeito Silvio Barros é internado com suspeita de coronavírus


No mesmo dia, o ex-prefeito de Maringá, Silvio Barros, foi internado na Santa Casa de Maringá, apresentando sintomas de gripe.


Após a realização de exames, ele foi medicado e indicado a permanecer em isolamento domiciliar. Confira.



22/03



Secretaria de Saúde de Maringá pede doações


Com o aumento da demanda hospitalar, a Secretaria de Saúde de Maringá, pediu doação de insumos médicos, como máscaras, luvas e outros itens de segurança. Relembre.


52 casos suspeitos em observação


Na noite do último domingo, 22, a Secretaria Municipal de Saúde divulgou um novo levantamento sobre a situação do coronavírus na cidade. Ao todo, 52 casos suspeitos permaneciam em observação, o maior número atingido desde o começo da pandemia. Três casos já estavam confirmados. Leia na íntegra.


Boa ação


Em meio à pandemia, exemplos de solidariedade “contagiaram” a população. Moradores usaram as redes sociais e começaram a se oferecer para fazer compras para idosos e pessoas de grupos de risco. Enquanto isso, psicólogos passaram a oferecer ajuda de graça e motoristas de Uber se disponibilizaram a não cobrar corrida de enfermeiros. Saiba mais aqui.



23/03



Bloqueio sanitário 'fiscaliza' ônibus intermunicipais


Via decreto, divulgado no sábado, 21, a Prefeitura de Maringá proibiu a entrada de ônibus intermunicipais na cidade por 30 dias.


Apenas profissionais de saúde e serviços essenciais vindos de cidades da região tiveram permissão de acesso. Pensando nisso, a Secretaria de Saúde, juntamente com a Polícia Militar, montou bloqueios nas 6 vias de acesso a Maringá, fiscalizando os ônibus para garantir o cumprimento das novas normas. Confira.


Toque de recolher


Endurecendo ainda mais as medidas restritivas, o prefeito de Maringá, Ulisses Maia, decretou toque de recolher nas ruas de Maringá entre as 21h e 5h. Os moradores não podem sair nas ruas nesse período por conta da pandemia de coronavírus no Brasil.


Com o decreto, somente trabalhadores da área da segurança, saúde e atividades essenciais podem sair nas ruas entre as 21h e as 5h. Quem descumprir o toque de recolher será indiciado por crimes contra a saúde pública e pagará multa no valor de R$ 300. O valor da multa será dobrado em caso de reincidência.


4º caso confirmado de coronavírus em Maringá


Maringá confirmou um novo caso de coronavírus na noite de segunda-feira, 23. Trata-se de uma mulher, de 22 anos, que viajou à trabalho para Curitiba e teve contato com pessoas de São Paulo.


A paciente foi colocada em isolamento domiciliar. No mesmo boletim, a Prefeitura confirmava 54 casos suspeitos em investigação. Confira.



24/03



Empresários e população contra a Covid-19


Um grupo de empresários, organizado pela Associação Comercial e Empresarial de Maringá (Acim), se uniu e comprou 10 respiradores e 20 oxímetros para o HU de Maringá, o equivalente a R$ 1,3 milhão.


Atualização


Segundo o boletim divulgado no início da noite desta terça-feira, 24, pela prefeitura, Maringá tem 51 casos suspeitos de coronavírus. Destes pacientes, 42 estão em isolamento domiciliar e 9 internados.
O número de confirmados permanece quatro, todos em isolamento em casa. O número de casos descartados aumentou para 13.


Prefeitura oferece plantão de acolhimento psicológico


O isolamento social pode trazer sentimentos de angústia e tristeza em muitas pessoas. Pensando nisso, a Prefeitura de Maringá ofereceu um canal de comunicação com profissionais da área da saúde e psicologia, oferecendo ajuda para indivíduos que sentem a necessidade de conversar com um especialista neste momento. Veja.


25/03


Pequenos comércios


Moradores de bairros querem a reabertura de açougues, padarias e mercearias como forma de opção de compra e redução de filas em grandes supermercados. O prefeito Ulisses Maia assegura que não aliviará as medidas restritivas.

Bloco de Imagem

Foto: Victor Ramalho/GMC Online


Quer receber nossas principais notícias por Whatsapp? Se sim, clique aqui e participe do nosso grupo! Lembrando que apenas administradores podem enviar mensagens.


Compartilhe

Seja o primeiro a comentar sobre isso

* Os comentários são de responsibilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos do uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

voltar ao topo