Fale conosco
  • Ouça agora

    Maringá FM

    As mais tocadas da Maringá FM

  • Ouça agora

    CBN Maringá

    As mais tocadas da CBN Maringá

  • Ouça agora

    Mix FM Maringá

    As mais tocadas da Mix FM Maringá

  • Ouça agora

    CBN Cascavel

    As mais tocadas da CBN Cascavel

Portal GMC Online

Agora em Maringá

Ver próximos dias

Maringá

Postos de saúde abrem neste sábado para vacinação em Maringá

A Prefeitura de Maringá realiza neste sábado (1º) o Dia D das vacinas contra febre amarela, gripe e atualização da carteira vacinal. Com exceção da Sala de Vacina da secretaria e a Unidade Básica de Saúde do Maringá Velho, 33 postos de saúde abrirão das 8h às 17 horas para vacinação. É necessário levar documentos pessoais e a carteira de vacina.

Segundo a secretaria, a ação tem o objetivo de oportunizar aqueles que ainda não foram imunizados ou não completaram esquemas de vacinação, conforme pede o calendário de vacinação.

“É importante que as pessoas aproveitem esse dia para que coloquem em dia o cartão da vacina. Precisamos nos prevenir já que algumas doenças estão aparecendo novamente”, disse o secretário de Saúde, Jair Biatto.

Confira o endereço e telefone dos postos de saúde.

Perguntas e respostas

Porque vacinar-se contra a febre amarela?

Mesmo com a chegada dos dias frios, o mosquito transmissor continua ativo e a vacinação é o meio mais seguro e eficaz de proteção contra a doença. Segundo dados divulgados pela secretaria, o Paraná já possui 16 casos confirmados da doença e uma morte ocorrida em março desse ano. Em Maringá, a vacina está disponível de segunda a sexta em 33 postos de saúde. O esquema vacinal atual é de dose única entre nove meses e 59 anos. Quem já tem uma dose é considerado vacinado.

Porque vacinar-se contra a gripe?

Infelizmente ainda temos muitas pessoas a serem vacinadas dentro dos grupos definidos pelo Ministério da Saúde. O grupo prioritário é formado por crianças de seis meses até cinco anos, 11 meses e 29 dias, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), pessoas com 60 anos ou mais, trabalhadores da saúde, professores das escolas públicas e privadas, indígenas, população privada de liberdade, funcionários do sistema prisional, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas, policiais civis, militares, forças armadas e bombeiros, portadores de doenças crônicas e outras condições clínicas especiais. A campanha nacional de vacinação contra gripe, que termina nesta sexta, 31, continua até segunda, 3, em aguardo à definição de prorrogação, encerramento ou ampliação da campanha.

Porque atualizar a carteira vacinal?

De acordo com a secretaria, estamos vivenciando o retorno de doenças que já estavam controladas e quase erradicadas devido à baixas coberturas vacinais, como por exemplo o sarampo. O Ministério da Saúde faz alterações no calendário vacinal praticamente todos os anos ampliando as vacinas disponíveis e a faixa etária contemplada com o objetivo de proteger a população através da vacinação. Por isso, a secretaria segue orientando todos para avaliação anual da carteira de vacinação.

As mais lidas agora

Pagamento de até R$ 500 do FGTS para trabalhadores começa nesta sexta

O pagamento de até R$ 500 por conta do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) começa nesta sexta-feira (27) para os trabalhadores nascidos em maio, junho, julho e agosto com poupança ou conta-corrente na Caixa Econômica Federal. A Caixa Econômica Federal iniciou neste mês o depósito automático para quem tem poupança, seguindo calendário […]

Pagamento de até R$ 500 do FGTS para trabalhadores começa nesta sexta

O pagamento de até R$ 500 por conta do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) começa nesta sexta-feira (27) para os trabalhadores nascidos em maio, junho, julho e agosto com poupança ou conta-corrente na Caixa Econômica Federal. A Caixa Econômica Federal iniciou neste mês o depósito automático para quem tem poupança, seguindo calendário […]


Maringá

Tem luz e ajuda no fim do túnel

As medidas para evitar a propagação do coronavírus trouxeram grandes impactos aos varejistas maringaenses, mas também motivaram às empresas a serem ágeis na adoção de medidas para minimizar as dificuldades que surgiram.