Fechar

Maringá

Alteração

Prefeitura quer transformar ruas residenciais em comerciais em Maringá

Publicado por Victor Simião/CBN Maringá, 13:30 - 14 de Janeiro de 2020

Ao menos seis ruas devem ser transformadas em Maringá. São vias que devem passar da categoria residencial para comercial ou mista - que permite residência e comércio.


Dentro da Prefeitura já houve parecer favorável à mudança, assim como pelo Conselho Municipal de Planejamento.


Além disso, segundo o Município, a solicitação foi feita por moradores e empresários. Agora, o tema precisa ser discutido em audiência pública.


Três encontros foram agendados, divididos por Assembleias de Planejamento e Gestão Territorial, as APGTs. Os dados estão no Diário Oficial do Município do dia 13 deste mês.


A primeira audiência será no dia 18 de fevereiro, às 19h, na Casa da Cultura do Jardim Alvorada, válida pela APGT 3; o segundo encontro, no dia 19 do mês que vem, às 19h, será na escola municipal Pioneira Jesuína de Jesus Freitas, da APGT 4; e o terceiro, no dia 20, a partir das 19h, na escola municipal Padre Ryo Tanaka, da APGT5.


Na audiência da APGT 3 as mudanças discutidas são relativas às ruas Nilo Cairo, entre a Avenida Franklin Roosevelt e rua Bruno Bluthgen, e Watanabe Hamaki com a rua Hamilton de Oliveira.


Na APGT 4, a alteração é proposta para as ruas 23 de Setembro, em Iguatemi, e Piapara, próxima ao Contorno Sul.


Na APGT 5, são as ruas Dolores Duran e Pioneiro Mário Paganni.


A organização das assembleias fica sob a responsabilidade o Ipplam, o Instituto de Pesquisa e Planejamento de Maringá.


O diretor-presidente da autarquia, Edson Cardoso, disse que já existe uma demanda por essas alteração. Mas, nessas audiências, quem for contrário poderá se manifestar. Ao final, a responsabilidade fica para a Câmara de Vereadores.


Ouça a reportagem aqui.

Bloco de Imagem

Rua Nilo Cairo, entre a Avenida Franklin Roosevelt e Rua Bruno Bluthgen. Foto: Google Street View

Quer receber nossas principais notícias pelo WhatsApp? Se sim, clique aqui, e encaminhe uma mensagem informando o seu nome.

Compartilhe

Seja o primeiro a comentar sobre isso

* Os comentários são de responsibilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos do uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

voltar ao topo