Fechar

Maringá

Mês da mulher

Em Maringá, presas da 9ª SDP ganham visita e presentes

Publicado por Luciana Peña/CBN Maringá, 13:25 - 29 de março de 2019

Bloco de Imagem

Foto: Divulgação

Ainda jovem ela saiu de casa para morar com o namorado, que depois descobriu ser um homem bastante violento. Acabou abandonada e sem condições de se sustentar. Partiu para o tráfico de drogas e hoje está atrás das grades. Sem liberdade e longe das filhas.


Histórias como a desta presa, que não se identificou por determinação do Departamento Penitenciário, que também não permite imagens, são muito comuns nos presídios.


E fora deles o ciclo de violência contra as mulheres também tem ingredientes assim: baixa autoestima, medo de não conseguir sobreviver sem o agressor, a preocupação com os filhos. Mas é preciso vencer a violência, denunciar, e superar.


O caminho é buscar ajuda na rede de proteção, que começa na delegacia da mulher e passa pelo Centro de Referência da Mulher (Cram). Esta foi a mensagem deixada às presas pela equipe da Secretaria da Mulher de Maringá numa ação nesta sexta-feira (29) na carceragem, da 9ª SDP. A


As 40 presas receberam um kit com produtos de higiene e beleza e ouviram orientações para quando deixarem a prisão.


A ação encerrou as atividades em comemoração do "Mês da Mulher".

Compartilhe

Seja o primeiro a comentar sobre isso

* Os comentários são de responsibilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos do uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

voltar ao topo