Fechar

Maringá

Contorno Norte

PRF apreende mais de 400 garrafas de vinho argentino em Maringá

Publicado por Redação GMC Online, 11:34 - 10 de abril de 2020

Bloco de Imagem

Foto: Polícia Rodoviária Federal

Mais de 400 garrafas de vinho importadas ilegalmente da Argentina foram apreendidas na noite desta quinta-feira, 9, em Maringá, pela Polícia Rodoviária Federal (PRF). As bebidas eram transportadas em uma caminhonete alugada, conduzida por um homem de 41 anos.


Durante fiscalização na BR 376, no Contorno Norte, a equipe da PRF abordou uma caminhonete VW/Amarok com placa de São José do Rio Preto (SP). 


Durante revista, os agentes encontraram caixas com as garrafas de vinho argentino na caçamba e no banco traseiro do veículo. O condutor apresentou uma Nota Fiscal das mercadorias, mas o documento apresentava inconsistências com o constatado pelos policiais.


Além disso, as garrafas não ostentavam rótulos em português, com informações obrigatórias sobre o produto.


Questionado, o condutor disse que saiu de São José do Rio Preto no dia anterior, quarta-feira, 8, já com as mercadorias e que seriam revendidas na região.


Com valor comercial em mais de R$ 60 mil reais, os vinhos foram apreendidos juntamente com a caminhonete e encaminhados ao depósito da Receita Federal em Maringá. Já o condutor, após identificado, foi liberado.


Após o prazo de apresentação para deslacração dos produtos na Receita Federal, caso o proprietário não apresente o devido desembaraço aduaneiro, além do perdimento das mercadorias, ele responderá pelo crime de descaminho com pena que pode chegar a quatro anos de reclusão.



Quer receber nossas principais notícias pelo WhatsApp? Se sim, clique aqui e participe do nosso grupo. Lembrando que apenas administradores podem enviar mensagens.


Compartilhe

Seja o primeiro a comentar sobre isso

* Os comentários são de responsibilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos do uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

voltar ao topo