Fechar

Geral

Apoio global

Vítima de bullying, criança diz querer se matar e gera comoção

Publicado por Monique Manganaro, com informações da BBC Brasil , 11:33 - 21 de February de 2020

O vídeo em que uma criança australiana de 9 anos se lamenta por causa do bullying que sofre viralizou nas redes sociais. As imagens do pequeno Quaden Bayle revoltaram e comoveram milhões de pessoas em todo o mundo. Celebridades como o ator Hugh Jackman se pronunciaram sobre o caso lamentável. 


De acordo com informações da BBC Brasil, Yarraka Bayle publicou o vídeo do filho chorando depois de ter sido vítima de bullying na escola por causa do nanismo. "É isso que o bullying faz", diz a mãe. Na gravação, o menino também afirma querer se matar. 


Em um trecho do vídeo de seis minutos, Yarraka afirma que a criança sofre episódios de bullying diariamente. 



"Acabei de pegar meu filho na escola, presenciei um episódio de bullying, liguei para o diretor e quero que as pessoas saibam, esse é o efeito que o bullying tem. Todo dia acontece alguma coisa. Outro episódio, outro bullying, outra provocação, outro xingamento. Vocês podem, por favor, educar seus filhos, suas famílias, seus amigos?", pergunta. 



O vídeo, visto por milhões de pessoas, viralizou nas redes sociais e gerou comentários de apoio. As hashtags #WeStandWithQuaden e #StopBullying ficaram entre os assuntos mais comentados do Twitter nesta sexta-feira, 21. 


O ator Hugh Jackman se pronunciou nesta quinta-feira, 20, e disse que o menino "é mais forte do que imagina", além de pedir para que as pessoas "sejam gentis".

Bloco de Imagem

Foto: Screenshot

Ainda segundo a BBC Brasil, o comediante americano Brad Williams, que tem o mesmo tipo de nanismo, disse que arrecadou aproximadamente US$ 130 mil para levar a família de Quaden para a Disney.


"Isso não é apenas para Quaden, é para quem sofreu bullying na vida e ouviu que não era bom o suficiente", comentou o comediante. 



Quer receber nossas principais notícias pelo WhatsApp? Se sim, clique aqui e participe do nosso grupo. Lembrando que apenas administradores podem enviar mensagens.


Compartilhe

Seja o primeiro a comentar sobre isso

* Os comentários são de responsibilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos do uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

voltar ao topo