Fale conosco
  • Ouça agora

    Maringá FM

    As mais tocadas da Maringá FM

  • Ouça agora

    CBN Maringá

    As mais tocadas da CBN Maringá

  • Ouça agora

    Mix FM Maringá

    As mais tocadas da Mix FM Maringá

  • Ouça agora

    CBN Cascavel

    As mais tocadas da CBN Cascavel

Portal GMC Online

Agora em Maringá

Ver próximos dias

Policial

5 são presos por revender materiais cirúrgicos para médicos

Cinco pessoas foram presas acusadas de revender para médicos materiais cirúrgicos que deveriam ser descartados. A Polícia Civil ainda está investigando o envolvimento dos médicos que compravam o material por preços abaixo do mercado.

As prisões foram nesta terça-feira (24) na Operação Autoclave, da Polícia Civil do Paraná. Foram presas cinco pessoas e cumpridos sete mandados de busca e apreensão em Maringá, Sarandi e Mandaguaçu.

De acordo com as investigações, que começaram em março deste ano, dois ex-funcionários e um funcionário de uma empresa que vende materiais cirúrgicos se associaram a um funcionário de uma empresa de esterilização para desviar materiais usados em cirurgias e revender a médicos.

O esquema foi denunciado depois que uma enfermeira de um hospital em Ponta Grossa estranhou o uso de um material cirúrgico que não tinha passada pela inspeção do setor de farmácia como é praxe. O delegado André Gustavo Feltes diz que não há participação de hospitais e nem das empresas do esquema. Os materiais reprocessados eram usados apenas em cirurgias particulares. O esquema demonstra uma falha de procedimento. E a polícia ainda apura a participação de médicos.

“Há uma falha de procedimento, tanto na fiscalização da entrada desse material e na fiscalização do descarte e propriamente na parte da cirurgia. A gente está tentando identificar de que maneira esse material chegava nas mãos do médico, se já chegava aberto, por algum funcionários que acabava entregando nas mãos dele, ou se ele tinha conhecimento de que realmente era um material reprocessado”, diz o delegado. 

Para o paciente, além do risco à saúde, há o prejuízo financeiro. O grupo criminoso ganhava até 3 mil reais por cirurgia porque vendia o material como se fosse novo.

Ouça na CBN 

Segundo a polícia, o grupo atuava desde janeiro de 2016. A participação de outras pessoas está sendo investigada. A CBN conversou com o advogado de dois presos que não quis dar entrevista.

As mais lidas agora

Pagamento de até R$ 500 do FGTS para trabalhadores começa nesta sexta

O pagamento de até R$ 500 por conta do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) começa nesta sexta-feira (27) para os trabalhadores nascidos em maio, junho, julho e agosto com poupança ou conta-corrente na Caixa Econômica Federal. A Caixa Econômica Federal iniciou neste mês o depósito automático para quem tem poupança, seguindo calendário […]

Pagamento de até R$ 500 do FGTS para trabalhadores começa nesta sexta

O pagamento de até R$ 500 por conta do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) começa nesta sexta-feira (27) para os trabalhadores nascidos em maio, junho, julho e agosto com poupança ou conta-corrente na Caixa Econômica Federal. A Caixa Econômica Federal iniciou neste mês o depósito automático para quem tem poupança, seguindo calendário […]


Policial