Fechar

Maringá

Dia da Árvore

Maringá, a cidade verde; veja galeria de fotos

Publicado por Redação GMC Online, 10:18 - 21 de Setembro de 2019

Bloco de Galeria

Não é à toa que Maringá é conhecida como cidade verde. Por onde você passa vê o encantador verde das árvores. No total, o município tem 123.468 árvores nas vias públicas, conforme aponta o Plano de Gestão da Arborização Urbana (PGAU) da prefeitura.


São 132 espécies, considerando arbóreas, arbustivas e palmeiras na arborização de vias públicas de Maringá, sendo a maioria inserida por meio de plantios irregulares, ou seja, sem autorização da prefeitura.


Estima-se que essa quantidade de espécies seja ainda maior, principalmente se forem contabilizadas as espécies utilizadas no interior de praças.


O estudo do PGAU também mostra que 11.949 (18,23%) árvores da cidade, ainda são jovens, ou seja, com até três metros de altura. As outra 53.591(81,77%) são regulares, que são aquelas bem estabelecidas, maiores que 3 metros de altura.


Os dados coletados demonstram que as alturas das árvores variam de 0,30 metros até 15 metros, estando dentro do padrão já constatado por levantamentos anteriores. O estudo recente aponta que atualmente 28,78% das árvores de vias públicas tem altura superior a 10 metros, o que nos próximos anos será aumentado devido a maioria das espécies terem o potencial de crescimento ainda em desenvolvimento.


As maiores médias de altura das árvores de Maringá foram respectivamente para as espécies Libidibia ferrea (pau-ferro), Eucaliptus sp. (eucalipto), Enterolobium contortisiliquum (orelha-de-macaco), Tipuana tipu (tipuana), Leucena lecocephala (leucena) e Poincianella pluviosa (sibipiruna).


Condições ruins


Os dados ainda estimam que 15,70% das árvores das vias públicas de Maringá estejam com parâmetros evidentes de condições gerais ruins. No entanto, o estudo ressalta que essa porcentagem deve ser muito superior, já que muitos parâmetros que indicam condições ruins não foram averiguados.


O fator mais relevante verificado foi inclinação do tronco, que apresentou 13,47% das árvores com troncos inclinados. Em todos os parâmetros, as espécies proporcionalmente mais afetadas foram Poincianella pluviosa (sibipiruna) e Tipuana tipu (tipuana).


Veja quais são as espécies que predominam em Maringá


- Sibipiruna: 17.538 unidades (26,76%)


- Oiti: 7.638 unidades (11,65%)


- Ipê-roxo: 5.152 (7,86%)


- Tipuana: 3.244 (4,95)


- Alecrim: 1.965 (3%)


- Falsa-murta: 1.907 (2,91%)


- Aroeira-chorao: 1.729 (2,64%)


- Grevilea: 1.290 (1,97%)


- Ipê-branco: 1.099 (1,685%)


- Pata-de-vaca: 1.029 (1,57%)


 


Fotos: Suely Sanches


 


Quer receber nossas principais notícias pelo WhatsApp? Se sim, clique aqui e entre no nosso grupo. Lembrando que este grupo é restrito a mensagens de administradores.

Bloco de Galeria
Compartilhe

Seja o primeiro a comentar sobre isso

* Os comentários são de responsibilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos do uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

voltar ao topo