Fechar

COLUNISTAS

Gestão: qual a diferença entre eficiência, eficácia e efetividade?

Publicado por Lilian Bueno/Gestão na Prática, 10:20 - 17 de September de 2019

Bloco de Imagem

Foto: Ilustrativa/Pixabay

Olá! Hoje iremos falar sobre as diferenças entre eficiência, eficácia e efetividade, conceitos aparentemente são iguais e frequentemente confundem os Gestores. Vem comigo e “Leiture-se” no texto a seguir.


Ufa! Olha Lilian, acho muito importante isso, porque na real é muito ‘’E’’ para entender e isso sempre me confunde.......rsrsrsrsr


Quem aí se identifica?


Fique tranquilo! Caso você se identificou ao ler o texto acima, saiba que é bem comum escutarmos dos Gestores que esses ‘E’s causam confusão devido a similaridade das palavras, porém a realidade é que são conceitos bem diferentes. Os 3 ‘E’s são importantes para o bom funcionamento do seu empreendimento, a questão é entender quando e como utilizá-los para alcance de um melhor desempenho.


A figura abaixo demonstra de forma resumida a diferença entre os 3 ‘E’s:

Bloco de Imagem

Ixeee, agora confundiu de novo Lilian!!! Porque penso que todos são necessários! Mas qual é mais importante? E qual desses eu devo escolher?


Calma, rsrsrs, vamos juntos refletir sobre a figura acima. O objetivo é entender que existe uma diferença entre eles, e que de acordo com a peculiaridade (e situação atual) da sua empresa você pode escolher um ou até mesmo todos.


Por exemplo, se você é do setor da indústria e estabelecer para o departamento de vendas o seguinte objetivo: vender 1000 peças do produto A, definindo os objetivos e metas sem comunicar o Gerente de Produção para saber se é possível fazer a quantidade proposta no prazo devido (porque nesse momento você precisa estimular vendas) quando a equipe de vendas atingir o resultado a EQUIPE FOI EFICAZ, porém a sua decisão não foi EFICIENTE, porque para atingir o prazo vai ter que trabalhar mais horas, mais tempo de ferramenta e outros custos adicionais.


Se você não planejou isso no seu custo, e quando visualizar o indicador de faturamento você irá dizer: UAU, faturamos muito. Sim! Aumentamos o faturamento, porém baixamos a lucratividade. Eu gostaria de chamar sua atenção Gestor ao fato que, independente da sua decisão, é importante saber que existem momentos que iremos decidir ações eficientes ou eficazes, tudo depende da estratégia.


A sugestão é buscar ao máximo traçar planos e metas para desenvolvermos uma cultura com olhar mais efetivo, ou seja, planeje suas decisões, envolva as pessoas responsáveis pelos departamentos ou se você é um micro ou pequeno empreendedor, varejistas, atacadista, pipoqueiro, sapateiro, seja lá qual for seu negócio, quando se deparar com algo, pare, reflita com sua equipe ações com foco na capacidade de fazer uma coisa (eficácia) da melhor maneira possível (eficiência), gerando resultados efetivos.


É claro que nem sempre funciona dessa maneira, mas o importante é você entender a diferença, pois quando analisar seus indicadores de desempenho não estará apenas visualizando um resultado pontual, mas sim fazendo a leitura dos seus resultados.


União dos 3 ‘E’s com seu Planejamento Estratégico


Quando você elabora, reestrutura, redefine seu Plano de Metas é preciso que fique bem claro a diferença entre esses três conceitos, para que você Gestor possa ter o discernimento de estabelecer estratégias que irão gerar resultados efetivos para o seu negócio.


Conclusão


- Controle sua empresa através de indicadores de desempenho, as análises de desvios ( realizado x planejado) irão demonstrar se o processo decisório está sendo efetivo;
- Gestão efetiva busca equilibrio em maximizar resultados com o mínimo de recursos;
- Alinhe os 3 ‘E’s com seu planejamento estratégico.


Grande abraço!
Lilian Caetano Bueno
Trading Consulter
Scamper Consultoria

Compartilhe

Seja o primeiro a comentar sobre isso

* Os comentários são de responsibilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos do uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

voltar ao topo