Fechar

Futebol

Momento Decisivo

Santos tem semana decisiva para fechar contratação de atletas

Publicado por Folhapress, 10:09 - 17 de julho de 2018

O Santos tem semana decisiva para fechar as contratações de três sul-americanos: os uruguaios Carlos Sánchez e Joaquin Ardaíz, além do paraguaio Derlis González. A diretoria santista agendou reuniões com o estafe dos atletas em busca de um acordo.


Após fechar com o costarriquenho Bryan Ruiz, que estava no Sporting (POR), o Santos prioriza a chegada de um centroavante. Para isso, o presidente José Carlos Peres e companhia aumentaram a oferta por Ardaíz, atacante de 19 anos que pertence El Tanque Sisley (URU).


Os santistas ofereceram US$ 1,5 milhão (R$ 5,8 milhões), mas os uruguaios insistem na pedida de US$ 3 milhões (R$ 11 milhões) para liberar o jogador que estava emprestado ao Antuérpia, Bélgica.


Ardaíz virou a única opção após o clube paulista perder outros jogadores para os concorrentes: casos do argentino Franco Di Santo, do Schalke (ALE), o uruguaio Jonathan Álvez, emprestado do Junior Barranquilla (COL) ao Internacional, além de Hernán Barcos, que acertou com o Cruzeiro, e o colombiano Uribe, que fechou com o Flamengo.


O paraguaio Derlis González, por sua vez, pertence ao Dínamo de Kiev (UCR), e pode jogar no Santos por empréstimo. A diretoria santista agendou uma reunião com o estafe do atleta para esta terça-feira (17). A ideia é que o jogador seja contratado por empréstimo e com salário de R$ 250 mil mensais.


Outra hipótese é envolver algum jogador na transação. O Santos, inclusive, já ofereceu uma lista de jogadores do elenco principal para facilitar a liberação do alteta. Jonathan Copete, Emiliano Vecchio e até Vitor Bueno integram o "listão" encaminhado para o clube ucraniano. Até nomes de recentes titulares na equipe de Jair Ventura, casos de Daniel Guedes, Alison e Jean Mota, são cogitados na transação.


A negociação mais avançada é com Carlos Sánchez, do Monterrey (MEX). No entanto, a cúpula alvinegra alega internamente que o fato de o jogador de 33 anos negociar praticamente o seu último contrato na carreira, dificulta a transação. Isso porque o uruguaio não abre mão de algumas "vantagens financeiras".


Depois de muitas propostas e contrapropostas, os valores "travaram" da seguinte forma: Sánchez pediu US$ 1,6 milhão (R$ 6,2 milhões) de salário por temporada, US$ 133 mil por mês (R$ 516 mil), enquanto o Santos oferece US$ 1,2 milhão (R$ 4,6 milhão) por ano, US$ 100 mil por mês (R$ 383 mil).


O Santos deu uma espécie de "xeque-mate" em Sánchez e aguarda uma resposta urgente sobre a última oferta. Para destravar o negócio, a diretoria santista enviou a proposta derradeira com US$ 100 mil (R$ 387 mil) de aumento. O clube paulista avisou que aceita pagar US$ 1,3 milhão (R$ 5 milhões) de salário por ano, US$ 108 mil por mês (R$ 416 mil).


Foto: Ivan Storti/Santos FC

Compartilhe

Seja o primeiro a comentar sobre isso

* Os comentários são de responsibilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos do uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

voltar ao topo