Fechar

Maringá

Protocolos

Uso de celular e namoro com ‘farda’ serão proibidos no colégio da PM

Publicado por Carina Bernardino/CBN Maringá, 12:12 - 09 de Fevereiro de 2019

As aulas no 4º Colégio da Polícia Militar do Paraná, localizado em Maringá, iniciam na próxima semana. Nos dias 12 e 13, os alunos serão recepcionados e terão acesso as noções cívico-militar da instituição.


A ideia é que os estudantes se habituem as regras que serão cobradas no colégio. No dia 14, uma solenidade no ginásio do antigo colégio Estadual João XXIII irá marcar a abertura do ano letivo de 2019. A chefe da divisão de ensino do colégio da PM, Kelli Cristina Chagas, ressaltou, em entrevista à CBN Maringá, que os estudantes irão receber o Manual do Aluno.


"A gente não tolera que tenha brigas ou uma agressão verbal entre os alunos. A gente proíbe também dentro do colégio o uso do aparelho celular, porque sabemos o quanto isso é nocivo para o andamento das aulas. Se os pais precisarem se comunicar com eles, temos nossa central de atendimento. Dentro do colégio a gente não permite também nenhum tipo de relacionamento afetivo. É proibido tanto dentro do colégio quanto fora se o aluno estiver fardado, porque fardados eles representam ainda o nosso colégio", explicou. 



Ouça a entrevista completa



No manual também há informações sobre os procedimentos que serão adotados em cada transgressão do aluno, ou seja, quando eles infringirem alguma regra da PM. Os estudantes também terão que ser pontuais e ter assiduidade nas aulas.


Ao todo, 840 alunos estão matriculados no Colégio da PM em Maringá. As aulas vão ocorrer em dois turnos. Pela manhã, para estudantes do nono ano até o terceiro ano do ensino médio. Já no período da tarde, as aulas serão do sexto até o oitavo ano do ensino fundamental. Entre os alunos antigos estão os novos, que vieram de processo seletivo.

Bloco de Imagem

Foto: Carina Bernardino/CBN Maringá

Compartilhe

Seja o primeiro a comentar sobre isso

* Os comentários são de responsibilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos do uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

voltar ao topo