Fechar

Policial

Escola municipal

Professor é preso suspeito de abusar de 8 alunas em Maringá

Publicado por Nailena Faian, com colaboração de Carina Bernardino/CBN Maringá, 23:14 - 14 de Fevereiro de 2019

Um professor de Educação Física de uma escola municipal de Maringá foi preso preventivamente nesta quinta-feira (14), suspeito de abusar de alunas durante e fora das aulas. As vítimas têm entre 8 e 11 anos. Até o momento, o Núcleo de Proteção à Criança e ao Adolescente Vítimas de Crimes (Nucria) de Maringá identificou oito vítimas.


Segundo a Secretaria Municipal de Educação (Seduc), o primeiro caso chegou até a direção da escola no dia 24 de outubro do ano passado. Conforme a vítima, de 10 anos, o professor, de 44 anos, deu um beijo perto da boca dela. 


Diante do relato, a direção da escola comunicou a família da menina e encaminhou o caso para o Conselho Tutelar. O caso também foi encaminhado à Seduc, que imediatamente afastou o professor do cargo e da escola. Na sequência, outros pais procuraram a direção da escola porque suas filhas tinham relatado situações de abuso. 



Leia também: Pai suspeito de estuprar filha e enteada é indiciado em Maringá.



Segundo a Seduc, o professor foi ouvido e negou as acusações. O Conselho Tutelar comunicou o Nucria de Maringá, mas a delegada Karen Friedrich Nascimento diz que o primeiro caso chegou ao Nucria em janeiro deste ano por meio da denúncia de uma avó de uma das vítimas, que percebeu a mudança de comportamento da neta.



“São crianças de salas diferentes e nem todas se conheciam”, explica a delegada.



Ela não soube confirmar se o caso foi comunicado à delegacia pelo Conselho ainda no ano passado ou somente neste ano. A reportagem contatou o Conselho Tutelar, que deve se pronunciar sobre os casos nesta sexta-feira (14).


Como o procedimento corre em sigilo, o nome da escola será preservado. Para o Nucria, ainda podem ter mais vítimas do suspeito, isso porque ele trabalha na escola municipal desde 2013.


O homem segue preso e ainda não foi ouvido pela polícia. O interrogatório  deve ser realizado na próxima semana.


OUTRO CASO DE ESTUPRO


Na sexta-feira (8) passada, policiais do Nucria de Maringá cumpriram mandado de prisão preventiva contra um homem suspeito de abusar sexualmente da filha e da enteada, de 9 e 13 anos de idade, respectivamente.

Bloco de Imagem

Nucria de Maringá está investigando o caso. Foto: CBN Maringá

Compartilhe

Seja o primeiro a comentar sobre isso

* Os comentários são de responsibilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos do uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

voltar ao topo