Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso site, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar nosso portal, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

21 de junho de 2024

O gol da redenção de Robertinho


Por Carlos Emori Publicado 10/06/2024 às 09h04
Ouvir: 00:00

Negueba e Maranhão correram um absurdo e na zaga, Ronald, Tito e Max Miller mais uma vez mostraram muita segurança. Porém, se tinha um jogador do Maringá FC que precisava do gol, era Robertinho.

Um dos principais jogadores de 2023, não vive sua melhor temporada em 2024. Acredito que até o próprio jogador reconheça isso, porém nunca reclamou ou culpou X ou Y. Trabalhou e sempre que entrou, correu e tentou o melhor.

O gol pode dar mais confiança para Robertinho, que se voltar ao nível de 2023, será um ótimo ‘reforço’ e vai dar a tal ‘dor de cabeça boa’ para Jorge Castilho. Se ele estiver bem, o Maringá ganha opções e fortalece ainda mais o elenco.

image-32-17
Foto: Fernando Teramatsu/MFC

A vitória era fundamental, porque além de empatar no número de pontos com a Inter de Limeira e abrir 7 pontos do terceiro colocado, o Maringá FC, em caso de derrota, poderia ficar 6 pontos atrás do líder.

A Inter de Limeira estava invicta, com cinco vitórias e um empate e não tinha tomado nenhum gol. Ao começar a partida, foi fácil entender o porquê. Uma equipe muito bem treinada, com ótimo sistema defensivo e que sabia o que fazer quando tinha a bola no pé.

Porém, o Maringá mostrou força e rapidamente conseguiu fazer a leitura do jogo da Inter e teve boas oportunidades no primeiro tempo. Pelo lado do adversário, uma chance logo no primeiro minuto e outra finalização na que passou perto do gol de Dheimison, que completou 100 jogos com a camisa do Dogão.

No segundo tempo, o Maringá foi superior e conseguiu fazer o gol quando o torcedor já estava ficando aflito. Foi uma vitória no estilo Maringá FC.

Quarta-feira tem mais e dessa vez é na casa da Inter de Limeira. Não há tempo para muito treino, o foco deve ser a recuperação física e ajustes na base da conversa. Com o elenco na mão, Jorge Castilho vai saber a melhor forma de trabalhar com o elenco.

Pauta do Leitor

Aconteceu algo e quer compartilhar?
Envie para nós!

WhatsApp da Redação