Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso site, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar nosso portal, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

21 de fevereiro de 2024

Marta começa amistoso, deixa sua marca e Brasil fecha temporada com goleada sobre a Nicarágua


Por Agência Estado Publicado 06/12/2023 às 20h07
 Tempo de leitura estimado: 00:00

A seleção brasileira feminina de futebol fechou a temporada com goleada diante da Nicarágua, nesta quarta-feira. Com direito a gol da camisa 10 Marta, escalada desde o início do último amistoso de 2023, as comandadas de Arthur Elias fizeram 4 a 0 sobre o Nicarágua na Arena Fonte Nova, em Araraquara.

O saldo da seleção com Arthur Elias no comando é positivo. Substituto da sueca Pia Sundhage, demitida após fracasso na primeira fase da Copa do Mundo, o treinador somou três vitórias e duas derrotas. Sob nova direção, o Brasil buscou amistosos com rivais duras, casos de Canadá e Japão, nos quais foram uma vitória para cada, além desta goleada com a Nicarágua.

Diferentemente dos jogos diante do Japão nesta última Data Fifa, com 4 a 3 na Neo Química Arena e 0 a 2 no Morumbi, o compromisso com a Nicarágua serviu apenas para o Brasil testar seu poderio ofensivo, já que a intenção da adversária foi apenas em se defender. E para Arthur Elias observar a experiente capitã Marta desde o apito inicial.

Diante de uma frágil oponente, o Brasil demorou 15 minutos para tirar o zero do placar. Cruzamento para a área e Eudimilla vê sua cabeçada parar na trave. No rebote, porém, Gabi Nunes dá a cavadinha e faz 1 a 0 na Arena Fonte Luminosa.

Bia Zaneratto bateu pela rede pelo lado de fora e a bola passou o tempo todo na área nicaraguense. Antes do descanso, contudo, Marta deixou sua marca. Dominou com categoria e mandou de primeira. Finalizando o tempo todo, o Brasil foi para o vestiário com o sentimento de que poderia ter feito muito mais gols.

A seleção de Arthur Elias voltou ainda mais ofensiva na fase final e empilhando oportunidades desperdiçadas. Foram três em três minutos. O treinador, então, resolveu descansar suas estrelas Marta, Bia Zaneratto e Gabi Nunes.

Mesmo bem modificada, a seleção brasileira não teve trabalho para voltar às redes. E com belos gols. Aos 18, Luana dominou e acertou forte chute de fora da área para ampliar. Em belo voleio, logo depois, Aline Milene, recuperada da covid-19 que a tirou do primeiro jogo com as japonesas, transformou a vitória em goleada.

Gabi Portilho ainda acertou o travessão e a goleira da Nicarágua fez boas defesas para evitar um placar ainda mais largo. Nada que impedisse a festa das brasileiras, algumas pelo resultado, e outras pela 1ª oportunidade recebida.

Pauta do Leitor

Aconteceu algo e quer compartilhar?
Envie para nós!

WhatsApp da Redação

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esportes

Red Bull Bragantino fica no 0 a 0 com Águilas Doradas-COL em sua estreia na Libertadores


O Red Bull Bragantino foi o primeiro time brasileiro a entrar em campo na atual edição da Copa Libertadores. O…


O Red Bull Bragantino foi o primeiro time brasileiro a entrar em campo na atual edição da Copa Libertadores. O…

Esportes

Flamengo goleia Boavista em grande apresentação e vai à semifinal da Taça Guanabara


O Flamengo é o segundo classificado às semifinais da Taça Guanabara. Nesta terça-feira, no encerramento da nona rodada, a equipe…


O Flamengo é o segundo classificado às semifinais da Taça Guanabara. Nesta terça-feira, no encerramento da nona rodada, a equipe…

Esportes

Alcaraz torce o tornozelo e abandona jogo diante de Thiago Monteiro no Rio Open após dois games


Durou somente dois games a participação de Carlos Alcaraz na atual edição do Rio Open, disputado no Jockey Club Brasileiro….


Durou somente dois games a participação de Carlos Alcaraz na atual edição do Rio Open, disputado no Jockey Club Brasileiro….