Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso site, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar nosso portal, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

17 de abril de 2024

Feirão do Imposto conscientiza sobre a alta carga tributária do país


Por Letícia Tristão/CBN Maringá Publicado 25/05/2022 às 14h50 Atualizado 20/10/2022 às 23h09
 Tempo de leitura estimado: 00:00

Quem ganha são os consumidores que poderão comprar diversos produtos com desconto, mas o objetivo do Feirão do Imposto é conscientizar sobre a alta carga tributária cobrada no país. 

Em alguns produtos, o valor do imposto chega a representar 40% do valor final para o consumidor. 

E dentro do Feirão do Imposto, em Maringá, vários produtos serão comercializados sem a cobrança do imposto que é aplicado sobre o item. Descontos de 15%, 30% e até 40%. 

Na lista, como combustível, cerveja, sorvete, óculos e até o serviço de estacionamento em shopping.  

O feirão é organizado pelo Copejem, Conselho Permanente do Jovem Empresário, ligado à ACIM. No Paraná, mais de 20 cidades participarão do Feirão do Imposto.

Segundo um dos diretores do Copejem, Rafael Veríssimo, é importante para que a população perceba o quanto do que pagamos vai para o governo. 

“Há 20 anos o Copejem organiza o Feirão do Imposto em Maringá, que é basicamente uma semana de conscientização tributária, onde a gente desenvolve uma série de ações para provocar as pessoas a refletir sobre quanto do que elas gastam, quando compram um produto, contratam um serviço ou dentro do próprio negócio, é destinado ao pagamento de impostos. Em função da complexidade do sistema tributário, muitas vezes a gente acaba não se preocupando com isso, e a verdade é que muito do nosso dinheiro é destinado ao pagamento de impostos”, informa Veríssimo. 

A lista com as empresas participantes está disponível no Instagram do Copejem.

Ouça a reportagem completa na CBN Maringá.

Pauta do Leitor

Aconteceu algo e quer compartilhar?
Envie para nós!

WhatsApp da Redação