Fale conosco
  • Ouça agora

    Maringá FM

    As mais tocadas da Maringá FM

  • Ouça agora

    CBN Maringá

    As mais tocadas da CBN Maringá

  • Ouça agora

    Mix FM Maringá

    As mais tocadas da Mix FM Maringá

  • Ouça agora

    CBN Cascavel

    As mais tocadas da CBN Cascavel

Portal GMC Online

Agora em Maringá

Ver próximos dias

Maringá

Maringá fecha recorde de 3.271 vagas de emprego em abril

Em Maringá, 3.271 vagas de emprego foram fechadas em abril deste ano, mês afetado pela pandemia do novo coronavírus. Foram 2.393 admissões e 5.664 desligamentos. Segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados nesta quarta-feira, 27, o município bateu recorde de fechamento de vagas no período de um mês. 

O município é o terceiro no Paraná que mais fechou vagas de trabalho, atrás apenas de Londrina, com saldo negativo de 3.517, e Curitiba, com 18.359. Depois de Maringá, está São José dos Pinhais, com saldo negativo de 2.995 e Foz do Iguaçu, com 2.889 vagas fechadas.

De acordo com o economista João Ricardo Tonin, o grande volume de fechamento de vagas de emprego em Maringá se deve a duas principais características da cidade: tamanho e o perfil voltado para serviços e indústria.

“Como não há uma previsão confortável de retorno das atividades econômicas a sua normalidade, e devido ao alto custo de folha desses dois setores, os empresários não estão conseguindo fluxo de caixa necessário para manter a atividade. Primeiramente eles irão demitir, e se o problema persistir, fechar a atividade”, explica.

“É possível que os próximos meses, mesmo com a abertura gradual ainda haja elevado número de demissões, pois as pessoas ainda estão muito receosas em sair de casa e voltar as compras normalmente”, ressaltou Tonin.

No acumulado do ano de 2020, Maringá registrou saldo negativo de 2.044 vagas de emprego.

Só em abril, o Paraná registrou fechamento de 55.008 vagas de emprego e, em todo o Brasil, 86.0503 vagas foram fechadas.

Setores

Em abril, todos os setores registraram saldo negativo de empregos no Brasil, segundo o Caged. O fechamento foi puxado pelo setor de serviços, com 362.378 vagas fechadas.

Em segundo lugar, veio comércio e reparação de veículos automotores e motocicletas, com fechamento de 230.209 vagas. A indústria em geral foi responsável por um resultado negativo de 195.968 postos, e a construção perdeu 66.942 vagas. Agricultura, pecuária, produção florestal, pesca e aquicultura foram os setores que menos fecharam postos, com saldo negativo de 4.999.

Dentro do setor de serviços, o pior resultado ficou Informação, comunicação e atividades financeiras, imobiliárias, profissionais e administrativas, com 129.151 vagas fechadas. Em seguida vem Alojamento e alimentação, que perdeu 127.876 postos. Em terceiro está Transporte, Armazenamento e correio (-51.067), outros serviços (-30.748), Administração pública, defesa e seguridade social, educação, saúde humana e serviços sociais (-23.503), e Serviços domésticos (-33).

No acumulado de janeiro a abril, o setor de agricultura, pecuária, produção florestal, pesca e aquicultura teve saldo positivo de postos em 10.032. Os outros setores todos ficaram com resultados negativos. O pior resultado entre janeiro e abril foi de Comércio, reparação de veículos automotores e motocicletas, com fechamento de 342.748 vagas. Depois vem o setor de serviços, com menos 280.716 postos. Em seguida está Indústria geral (-127.886), e depois Construção (-21.837).

Meses

Em janeiro, o setor de agricultura, produção florestal, pesca e aquicultura teve saldo positivo de 16.447 vagas. Em fevereiro, foram 5.233 postos. Em março, o resultado se torna negativo, com fechamento de 6.649 vagas. Na indústria geral, janeiro registrou criação de 58.364 vagas e em fevereiro foram 41.804 postos. Já em março, o resultado é revertido e 32.086 vagas são fechadas. Na construção, o saldo foi positivo em janeiro com 34.441 postos Fevereiro teve resultado positivo de 26.229. Em março, o fechamento de vagas ficou de 15.565.

No Comércio, reparação de veículos automotores e motocicletas já foi registrado saldo negativo em janeiro, com fechamento de 50 922 vagas. Em fevereiro, houve criação de 12.986 postos, e em março, fechamento 74.603 vagas. Em serviços, o saldo foi positivo em janeiro, com 54.844 postos. Em fevereiro, foram 138 585 vagas criadas. Em março, o número reverte e 111.767 vagas são fechadas.

 Quer receber nossas principais notícias pelo WhatsApp? Se sim, clique aqui e participe do nosso grupo. Lembrando que apenas administradores podem enviar mensagens.

As mais lidas agora

Pagamento de até R$ 500 do FGTS para trabalhadores começa nesta sexta

O pagamento de até R$ 500 por conta do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) começa nesta sexta-feira (27) para os trabalhadores nascidos em maio, junho, julho e agosto com poupança ou conta-corrente na Caixa Econômica Federal. A Caixa Econômica Federal iniciou neste mês o depósito automático para quem tem poupança, seguindo calendário […]

Pagamento de até R$ 500 do FGTS para trabalhadores começa nesta sexta

O pagamento de até R$ 500 por conta do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) começa nesta sexta-feira (27) para os trabalhadores nascidos em maio, junho, julho e agosto com poupança ou conta-corrente na Caixa Econômica Federal. A Caixa Econômica Federal iniciou neste mês o depósito automático para quem tem poupança, seguindo calendário […]


Maringá