Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso site, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar nosso portal, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

17 de abril de 2024

Cientistas descrevem o que pode ser objeto mais brilhante do universo


Por Agência Estado Publicado 20/02/2024 às 19h48
 Tempo de leitura estimado: 00:00

Astrônomos descobriram o que pode ser o objeto mais brilhante do universo, um quasar com um buraco negro no centro que cresce tão rapidamente que engole o equivalente a um sol de energia diariamente.

O quasar recordista brilha 500 trilhões de vezes mais que o nosso Sol. O buraco negro que alimenta esse quasar distante é mais de 17 bilhões de vezes mais imenso que o nosso Sol, relatou uma equipe liderada por australianos na segunda-feira, 19, no periódico científico Nature Astronomy.

Embora o quasar pareça um mero ponto nas imagens, os cientistas imaginam um lugar feroz. O disco rotativo ao redor do buraco negro do quasar – o gás luminoso em espiral e outra matéria de estrelas engolidas – é como um furacão cósmico. “Este quasar é o lugar mais violento que conhecemos no universo”, disse o autor principal Christian Wolf, da Australian National University.

O Observatório Europeu do Sul avistou o objeto, J0529-4351, durante uma pesquisa do céu em 1980, mas ele foi considerado uma estrela. Não foi identificado como um quasar – o núcleo extremamente ativo e luminoso de uma galáxia – até o ano passado.

Observações por telescópios na Austrália e no Deserto de Atacama, no Chile, confirmaram isso. “O emocionante sobre este quasar é que ele estava escondido à vista de todos e foi classificado erroneamente como estrela anteriormente”, disse Priyamvada Natarajan, da Universidade Yale (EUA), que não participou do estudo.

Estas observações posteriores e modelagem por computador determinaram que o quasar está engolindo o equivalente a 370 sóis por ano – aproximadamente um por dia. Análises adicionais mostram a massa do buraco negro ser de 17 a 19 bilhões de vezes a do Sol, de acordo com a equipe.

Mais observações são necessárias para entender sua taxa de crescimento. O quasar está a 12 bilhões de anos-luz de distância e existe desde os primeiros dias do universo. Um ano-luz é 5,8 trilhões de milhas. / AP

Pauta do Leitor

Aconteceu algo e quer compartilhar?
Envie para nós!

WhatsApp da Redação

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

Atraso na compra da vacina da covid-19 adia campanha e deixa Estados sem doses


Atrasos no processo de compra de vacinas contra a covid-19 pelo Ministério da Saúde levaram ao adiamento do início da…


Atrasos no processo de compra de vacinas contra a covid-19 pelo Ministério da Saúde levaram ao adiamento do início da…

Geral

Como funcionava o esquema ‘parasita’ de tráfico de drogas para a Europa descoberto pela PF


A Polícia Federal do Rio Grande do Sul desarticulou nesta terça-feira, 16, uma quadrilha especializada no tráfico de cocaína para…


A Polícia Federal do Rio Grande do Sul desarticulou nesta terça-feira, 16, uma quadrilha especializada no tráfico de cocaína para…

Geral

Bombeiro atira em passageiro que pulou catraca do Metrô na Luz, no centro de SP


Ferido foi encaminhado para atendimento na Santa Casa. Secretaria da Segurança diz que disparo ocorreu após luta corporal entre o…


Ferido foi encaminhado para atendimento na Santa Casa. Secretaria da Segurança diz que disparo ocorreu após luta corporal entre o…