Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso site, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar nosso portal, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

17 de abril de 2024

Suspeito de estuprar idosa em Sarandi se apresenta à polícia; ele é investigado por outros crimes


Por Redação GMC Online Publicado 03/04/2024 às 15h38
 Tempo de leitura estimado: 00:00
WhatsApp-Image-2024-03-31-at-18.09.53
Suspeito de ter agredido e abusado sexualmente de uma idosa em Sarandi. Foto: Polícia Civil de Sarandi.

Um homem, de 37 anos, suspeito de agredir uma idosa e duas mulheres na cidade de Sarandi e que estava sendo procurado pelas forças de segurança, se apresentou à polícia nesta terça-feira, 3. Acompanhado de um advogado, ele está foi ouvido pelo delegado Adriano Garcia, vai ficar preso e deve responder por duas lesões corporais graves e crime de abuso sexual.

De acordo com o delegado os investigadores estão apurando ainda a participação dele em uma agressão que ocorreu na madrugada do dia 23, no Distrito do Vale Azul, onde um casal de idosos teve a casa invadida por um homem armado com um pedaço de madeira, que desferiu golpes contra os idosos. Na sequência, ele fugiu sem levar nada.

Ainda segundo o delegado, o suspeito também deve ser investigado em um caso de estupro que ocorreu na Avenida Cerro Azul no mês passado. Na ocasião um homem pediu água para uma idosa e a estuprou.

Nesta semana, a Polícia Civil divulgou imagens do suspeito e passou a investigar o caso de uma idosa, de 72 anos, que teria sido agredida e estuprada na manhã do último sábado, 30, ao sair de casa para fazer uma caminhada.

“A Polícia Civil investiga um crime de estupro de que teria ocorrido em desfavor de uma idosa no início da manhã deste sábado, 30 de março de 2024, ocasião na qual a vítima, uma idosa, saía para caminhar, quando foi abordada e agredida fisicamente por esse criminoso. Ela acabou perdendo os sentidos…ao voltar a si ela estava sem uma das peças íntimas, foi atendida, logicamente, por equipe do Samu, encaminhada inicialmente à UPA e posteriormente ao HU. No HU os policiais militares em um primeiro momento e depois investigadores entrevistaram-na…ela infelizmente afirmou não ter condições de identificar o crimonoso, mas a Polícia Civil obteve acesso a câmeras de monitoramento do local do trajeto percorrido pela vítima”, relatou o delegado de Sarandi, Adriano Garcia.

Segundo o delegado, a partir desse trajeto, os policiais civis identificaram um suspeito. “Um indivíduo que passa a pé, instantes depois da vítima, descalço, e a Polícia Civil está fazendo a divulgação dessas imagens”, diz.

O mesmo homem teria agredido outra mulher na madrugada do mesmo dia. Ela foi atacada a pauladas e ficou gravemente ferida, mas conseguiu fugir. 

Com informações do Plantão Maringá.

Pauta do Leitor

Aconteceu algo e quer compartilhar?
Envie para nós!

WhatsApp da Redação