Fechar

Entretenimento

'Que ano mágico'

Sabrina Sato faz balanço de 2018 e fala sobre experiência de ser mãe

Publicado por Folhapress, 11:28 - 31 de Dezembro de 2018

Bloco de Imagem

Foto: Reprodução/Instagram

Desde que concebeu sua filha Zoe há um mês, Sabrina Sato, 37, já fez uma série de homenagens. Neste domingo (30), a apresentadora publicou uma foto nua com filha, fazendo um balanço geral do ano e da maternidade.


"2018 termina amanhã e eu só posso agradecer esse ano que foi o mais especial de todos. Fiz tanta coisa que parece que durou uns dois anos. Que ano mágico. Trabalhei muito, gravei bastante, sambei e curti o carnaval demais, viajei e ainda realizei o maior sonho da minha vida: ser mãe", disse Sato.


Ela ainda mencionou momentos mais difíceis que passou durante a gravidez e que teve de ficar mais tempo em repouso. "Agora com ela nos meu braços eu sinto a transformação que ela me fez. Sinto o amor mais puro e genuíno. Virei uma leoa e estou pronta pra receber 2019 com todo amor e força. Muito obrigada por tudo", escreveu.


Zoe nasceu com 3,360 kg, no dia 29 de novembro, após a apresentadora ficar 24h em trabalho de parto. Desde o início da gravidez, Sabrina afirmou que desejava fazer um parto humanizado, mas não conseguiu a dilatação necessária e teve de recorrer à cesária.


Ela estava com 42 semanas de gestação e teve a bolsa estourada na tarde da última quarta-feira (28), por volta das 16h. Após o nascimento de Zoe, a apresentadora postou em seu perfil no Instagram um vídeo com vários momentos da gestação ao lado do marido Duda Nagle.


"Zoe significa vida. O seu nome define quem ela é. Ela emana vida por todos os lugares onde passa. Espiritualmente ela traz a luz de Cristo de uma forma gentil e poderosa, assim como é sua própria presença", diz Sabrina no vídeo.

Compartilhe

Seja o primeiro a comentar sobre isso

* Os comentários são de responsibilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos do uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

voltar ao topo