Fechar

Maringá

Educação

Ideb 2017 da rede municipal atinge meta, mas cai em relação a 2015

Publicado por Victor Simião/CBN Maringá, 17:12 - 03 de Setembro de 2018

A nota do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) aumentou na rede estadual em Maringá, mas não atingiu o que era esperado. A nota em 2017 ficou em 4.6, sendo que o aguardado era 5.5. Os dados foram divulgados pelo Ministério da Educação oficialmente nesta segunda-feira (3), e leva em consideração uma prova de Língua Portuguesa, Matemática, reprovação e evasão escolar. No caso da prova, elas são aplicadas no nono ano da rede pública.


Já a rede municipal, o índice ficou acima do previsto: 7.0 - o esperado era 6.0. Foram levados em conta as notas do 5º ano nos mesmos requisitos da rede estadual. Entretanto, apesar da nota positiva, o Ideb de 2015 foi maior: 7.1.


No caso da rede estadual, a chefe de Núcleo Regional de Educação, Maria Inês Teixeira Barbosa, diz que é necessário entender que o resultado não é só da proficiência das provas, e sim da relação do aluno com a escola. A evasão escolar se torna comum no Ensino Fundamental 2, e isso pesa na nota, explica ela.


A nota da rede estadual em português ficou em 267.05 pontos. Em matemática, 269.88 pontos. Maringá ficou na colocação de número 100 no Paraná. Apesar disso, as notas de são maiores que a média estadual.


No caso da rede municipal, Maringá fez 242,71 pontos de média em Língua Portuguesa; e 264,01 de média em Matemática. Entre os municípios mais populosos, Maringá fica na segunda colocação.


A secretária de Educação de Maringá, Valkiria Trindade, diz que a reprovação teve impacto para reduzir a nota de 7.1 para 7.0. Mas o município tem feito ações para diminuir isso.


Foto da capa: Divulgação/PMM



Ouça reportagem na CBN Maringá.


Compartilhe

Seja o primeiro a comentar sobre isso

* Os comentários são de responsibilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos do uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

voltar ao topo